Jump to content
Siscomex - Comércio Exterior

MARIO IBSOLUTIONS

Premium
  • Content Count

    546
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    78

Everything posted by MARIO IBSOLUTIONS

  1. Pela legislação, na importação brasileira o ICMS a ser considerado é do local da matriz do importador. O local o desembaraço é só por questão logística e não interfere no recolhimento do ICMS por meio da Guia própria. A alíquota pode ser consultada nos regulamentos do ICMS de cada estado. É um pouco complicado até mesmo para contadores descobrirem as alíquotas, pois precisam consultar algumas legislações em alguns casos para estarem seguros da alíquota a ser considerada. Há softwares especializados, mas dependendo da frequência de uso acaba ficando caro. Se puder ajudar em mais alguma coisa, me avise no particular. Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Aumento da Competitividade por meio do Comércio Exterior
  2. Pela legislação, na importação brasileira o ICMS a ser considerado é do local da matriz do importador. O local o desembaraço é só por questão logística e não interfere no recolhimento do ICMS por meio da Guia própria. A alíquota pode ser consultada nos regulamentos do ICMS de cada estado. É um pouco complicado até mesmo para contadores descobrirem as alíquotas, pois precisam consultar algumas legislações em alguns casos para estarem seguros da alíquota a ser considerada. Há softwares especializados, mas dependendo da frequência de uso acaba ficando caro. Se puder ajudar em mais alguma coisa, me avise no particular. Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Aumento da Competitividade por meio do Comércio Exterior
  3. Alex, realmente o livro importado não paga imposto de importação. Se for revender os livros, no seu caso a melhor maneira é abrir uma empresa MEI, pedir o Radar Expresso na Receita e trazer por empresa Courier como Fedex, UPS e DHL sem a necessidade de uitlização de despachante, indicando que o produto será para revenda. Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Aumento da Competitividade por meio do Comércio Exterior
  4. O destaque 555 não exige maiores formalidades para a importação. No seu caso específico, é de praxe a Receita destacar os tratamentos abaixo. Entretanto não há tratamento específico. 1) MATERIAL USADO Se mercadoria for usada, sujeita à anuência do MINISTERIO DA INDUSTRIA, COMERCIO EXTERIOR E SERVICOS 2) DESTAQUE DE MERCADORIA Se o destaque de NCM for igual a 555 (PRODUTO AMPARADO INCISO V ART.4 DEC.5171/04.), mercadoria sujeita à anuência do MINISTERIO DA INDUSTRIA, COMERCIO EXTERIOR E SERVICOS Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Planejamento e Gestão em Importação e Exportação
  5. Renata, consegue sim. Tem empresas especializadas em Anvisa e que poderão te ajudar. A questão é se sua demanda ou os valores dos serviços viabilizarão o projeto. Em uma busca simples no google você vai encontrar boas referências. Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Planejamento e Gestão em Importação e Exportação
  6. Freddys, você pode abrir uma Comercial Exportadora. Empresa Comercial Exportadora / Trading Company Regime Jurídico das Empresas Comerciais Exportadoras As empresas comerciais têm por objeto social a comercialização de mercadorias, podendo comprar produtos fabricados por terceiros para revender no mercado interno ou destiná-los à exportação, bem como importar mercadorias e efetuar sua comercialização no mercado doméstico. Ou seja, exercem atividades típicas de uma empresa comercial. Artigo completo em http://www.mdic.gov.br/comercio-exterior/empresa-comercial-exportadora-trading-company. A questão da margem depende muito. Particularmente nós da IBSolutions somos mais otimistas com importação do que exportação, pois como costumamos dizer: todas empresas querem vender para fora e poucos querem exportar (investir, ter paciência e pensamento estratégico a médio a longo prazos). Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Planejamento e Gestão em Importação e Exportação
  7. Algus agentes de carga permitem a cobrança de taxas na origem aqui no Brasil, pensando na questão do pagamento dos impostos. Outro ponto importante é verificar o quanto representa esses valores e se são cobrados também por outras empresas do segmento. Sabemos que é muito fácil citar um nome bonito para uma taxa que muitas vezes nem serviço existe. Algumas taxas são de praxe, mas outras acabam sendo exclusivas de cada agente de carga. Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Planejamento e Gestão de Importação e Exportação
  8. André , boa tarde! Imagino que está se referindo à NCM abaixo. NCM 4013 Câmaras de ar de borracha. NCM 40132000 - do tipo utilizado em bicicletas Abaixo segue o valor mínimo praticado em fevereiro de 2019 para o produto em questão. Note que o mesmo irá variar de acordo com a configuração do produto. CAMARAS DE AR DE BORRACHA,PARA PNEUS DE BICICLETAS, COM ARO 16" (16X1,50/1.75) C20469. "CAMARA DE AR PARA PNEUS COM ARO >= A 15,75 POL E < 20 POL." - US$ 0,50 Uma análise detalhada de concorrentes na importação é bem adequada nesse momento. Os benefícios são: solicitação de LI com valores adquados economizando tempo e esforços, evitando perda de venda e custos adicionais de capital. Visualização estratégica de movimentos dos concorrentes. É importante destacar que essas informações são geradas por fontes oficiais, dentro da questão do sigilo fiscal implantado pelo governo brasileiro. Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Planejamento e Gestão de Importação e Exportação
  9. André , bom dia! Imagino que está se referindo à NCM abaixo. NCM 4013 Câmaras de ar de borracha. NCM 40132000 - do tipo utilizado em bicicletas Abixo segue o valor mínimo praticado em fevereiro de 2019 para o produto em questão. Note que o mesmo irá variar de acordo com a configuração do produto. CAMARAS DE AR DE BORRACHA,PARA PNEUS DE BICICLETAS, COM ARO 16" (16X1,50/1.75) C20469. "CAMARA DE AR PARA PNEUS COM ARO >= A 15,75 POL E < 20 POL." - US$ 0,50 Uma análise detalhada de concorrentes na importação é bem adequada nesse momento. Os benefícios são: solicitação de LI com valores adquados economizando tempo e esforços, evitando perda de venda e custos adicionais de capital. Visualização estratégica de movimentos dos concorrentes. É importante destacar que essas informações são geradas por fontes oficiais, dentro da questão do sigilo fiscal implantado pelo governo brasileiro. Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Planejamento e Gestão de Importação e Exportação
  10. Jorge, a questão de preço mínimo para diferimento da LI é realmente bem delicada. Além de causar atrasos em mutios casos o importador acaba usando valores acima e pagando impostos a mais. Sendo uma classificação fiscal específica, o preço mínimo vai depender muito da composição do produto e . Abaixo seguem algumas referências de produtos e preços. Referência do mês de fevereiro de 2019. NCM 6108 - Combinações, anáguas (saiotes), calcinhas, camisolas (camisas de noite*), pijamas, déshabillés, roupões de banho, penhoares (robes de quarto*) e semelhantes, de malha, de uso feminino. NCM 61082200 -- de fibras sintéticas ou artificiais 1. Calcinha, feminina, adulto, de renda: 90% poliamida, 10% elastano, malha circular, forro parcial. (ARTIGO: 012612359001) (P/N Fab.: ST_LANA_V1) - US$ 1,05 / Peça 2. 600697 - 19BRE14 - CALCINHA CASUAL FREE 19BRE14 RENDA CAVADA NAVY - FEMININO ADULTO - MALHA - RETILINEA - 90% POLIAMIDA 10% ELASTANO FORRO: 100% ALGODAO - FORRO PARCIAL - 100% ALGODAO - SEM ENCHIMENTO - US$ 1,45 / Peça Uma análise detalhada de concorrentes na importação é bem adequada nesse momento. Os benefícios são: solicitação de LI com valores adquados economizando tempo e esforços, evitando perda de venda e custos adicionais de capital. Visualização estratégica de movimentos dos concorrentes. É importante destacar que essas informações são geradas por fontes oficiais, dentro da questão do sigilo fiscal implantado pelo governo brasileiro. Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Planejamento e Gestão de Importação e Exportação
  11. Jacquelie, não ficou muito claro o problema, mas imagino que essa conveniência quer vender produtos importados e os órgãos locais estão solicitando informações da importação. Note que todo produto importado deve ter a entrada formal no Brasil e no caso específico do vinho há necessidade específica de informação no rótulo do produto. Caso seu interesse seja a importação direta (buscar esses produtos no Uruguai), deverá fazer da forma legal. Os primeiros passos é habilitar sua empresa no Radar da Receita Federal e posteriormente seguir com as demais fases que são desenvolvimento de fornecedor, desenvolvimento de rotinas e procedimentos de importação, contratação dos elos logísticos, além da adequação da sua empresa para a importação. Se o volume for pequeno, pese na balança se vale a pena passar por todas essas fases. Caso precise de alguma ajuda, estamos à disposição. Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Planejamento e Gestão de Importação e Exportação
  12. Argusman, já estamos em contato, mas acredito que vale a pena compartilhar essas informações com os colegas do fórum. A importação de vinho traz a necessidade de cumprir alguns procedimentos junto ao MAPA e Receita Federal, de fato. O maior impecilho acaba sendo a alta tributação não só dos impostos federais, mas principalmente do ICMS. As soluções para a busca de viabildiade na importação de vinho está no entendimento dessas exigências do MAPA, prazos e custos, além da utilização de ferramentas logísticas que permita diluir custos fixos, como despacho, análise laboratorial, taxas do frete entre outros. A importação de vários produtos e fornecedores em um mesmo embarque é possível. Para isso há a consolidação de carga. A questão do vinho está mais na parte de quantidade mínima de rótulo e na localização geográfica dos fornecedores. A única vantagem de se importar vinho de países do mercosul é uma possível redução do imposto de importação (o que normalmente cairá para zero), mas para isso o produto deve seguir as regras de origem. Não há livre comércio entre o Brasil e outros países. Aproveito a oportunidade para reforçar a quem quer começar a importar, a importância de visualizar previamente informações como impostos, prazos, procedimentos, etapas, além de custos envolvidos. Planejamento é tudo na importação. Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Planejamento e Gestão de Importação e Exportação
  13. Carlos, abaixo segue informação do preço médio por KG e por origem. Caso precise da informação para fins de LI, me mande uma mensagem. Janeiro/2019 Países Valor FOB (US) Quilograma Líquido FOB / Quilograma Líquido Bélgica 563.971 1.633.510 0,35 China 468.314 1.184.950 0,40 Turquia 388.200 1.109.706 0,35 México 288.607 704.050 0,41 Estados Unidos 218.199 602.315 0,36 Nigéria 210.926 632.564 0,33 Emirados Árabes Unidos 180.323 410.232 0,44 Hong Kong 123.006 228.230 0,54 Indonésia 43.415 115.005 0,38 África do Sul 16.575 38.000 0,44 Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Planejamento e Gestão em Importação e Exportação
  14. Anderson, tudo bem? É possível sim. O que tem que ser levado em consideração á a questão de exigências principalmente do MAPA. Na primeira importação de qualquer vino, deverá haver a análise laboratorial. Nesse momento você deve pesar a quantidade de rótulos e o investimento para o procedimento. Os demais pontos de atenção estão no planejamento de embarque. Caso queira, podemos te dar todo apoio no desenho desse projeto. Temos bastante experiência na importação de vinhos. Mário Lopes IBSolutions - Aumentando a competitividade das empresas importadoras e exportadoras
  15. O que podemos te sugerir nesse momento é realizar uma Análise de Viabilidade de Importação visualizando o custo total de importação, assim como trâmites, prazos e procedimentos. É importante também nesse momento visualizar o que os concorrentes têm praticado de preços de importação. Isso é possível por meio de uma Análise de Concorrentes. Destacamos que todas as fontes utilizadas nesses levantamentos são oficiais e estão de acordo com a lei de sigilo de informação. Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Aumentando a competitividade das empresas importadoras e exportadoras
  16. Diego, a questão maior é em ter a certeza se o produto a ser importado tem o melhor enquadramento na NCM que você cita. Para isso, sugiro se atentar aos seguintes pontos: * Analisar a importação dos concorrentes e confirmar qual NCM utilizam (feito com bases legais); * Confrontar a descrição da NCM e do produto; * Confirmar com o fornecedor o HS Code que utiliza; * Fazer buscas na internet pelo termo em inglês +. HS Code e o termo em português + NCM/Classificação fiscal Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Soluções em Comércio Internacional
  17. Nesse caso não tem como fugir de uma análise sobre a formalização de suas importações. Tente trabalhar nos pontos abaixo para ter uma visão clara da viabilidade. Simule os cenários de custo em termos de quantidade e variação da moeda. * Classificação Fiscal e dos impostos incidentes na importação; * Crédito dos impostos na importação; * Tratamento administrativo na importação (necessidade de registro e cadastro de produtos/importador, Licença de Importação entre outros); * Simulação de cenários de custos de importação (indicação de custos fiscais, logísticos e totais); Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Soluções em Comércio Internacional
  18. Gisele, podem ser vários motivos, mas normalmente o principal deles é que o representante legal da empresa não é o mesmo do E-CPF. Já aconteceu de ser erro do próprio sistema da Receita. Por esse motivo, sugerimos que ligue na Receita Federal de jurisprudência de sua empresa e os consulte. Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Soluções em Importação e Exportação
  19. Pedro, não há muitas opções para importação de pessoa física. Somente abaixo de US$ 50 dólares como gift e pessoa física para pessoa física, você não pagará impostos. Entretanto o que muita gente tenta fazer e por isso que os impostos são tão altos também, é mencionar um valor abaixo do pago para entrar nessa faixa de isenção. Quanto ao pagamento, você poderia usar western union, mas também tem suas taxas. Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Soluções em Importação e Exportação
  20. Cláudia, desculpe a demora na resposta. Temos uma base de dados que já partimos de fornecedores validados. Pode me enviar uma mensagem para mario@ibsolutions.com.br com mais detalhes do seu projeto para ver como podemos ajudar. Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Gestão e Consultoria de Importação e Exportação Relatórios Estratégicos de Produtos, Mercados e Concorrentes
  21. Jeison, como regra, não é permitido a importação de material usado (sucata) no Brasil. Abaixo segue link que pode tirar todas suas dúvidas. http://www.mdic.gov.br/comercio-exterior/importacao/dicas-de-importacao/material-usado Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Gestão e Consultoria de Importação e Exportação Relatórios Estratégicos de Produtos, Mercados e Concorrentes
  22. Lucas, o procedimento mudou recentemente e basicamente tudo é feito via sistema. Me contate pelo Inbox que te passo os detalhes. Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Gestão e Consultoria de Importação e Exportação Relatórios Estratégicos de Produtos, Mercados e Concorrentes
  23. Se não retificar a DI, terá que dar entrada como peças de reposição sem valor comercial. Contabilmente terá uma dificuldade na venda. Não sei se o volume de embarques é grande, mas o maior risco você ainda não está correndo que é receber multas e até mesmo perder as mercadorias pelo fato da quantidade estar divergente. Um evento desse pode levar os demais embarques para o controle aduaneiro. Entendemos que `\as vezes é bem complicado mesmo sendo empresas do mesmo grupo, arrumar os procedimentos, mas talvez seja o momento de pararem a operação e colocar pontos de checagem como uma pesagem para evitar essas divergências. Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Gestão e Consultoria de Importação e Exportação Relatórios Estratégicos de Produtos, Mercados e Concorrentes
  24. voce têm a classificação fiscal dos principais produtos desse segmento? Peegunto isso, pois nosso sitema consegue encontrar fornecedores de referência a partir dessa informação. Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Gestão e Consultoria de Importação e Exportação Relatórios Estratégicos de Produtos, Mercados e Concorrentes
  25. Mateus, caso queira é possível fazer um levantamento de preços de referência dos concorrentes por meio de fontes lícitas do governo. Esse é um trabalho estratégico que ajuda muito os nossos clientes nas análises de mercado, pois visualizam perfeitamente os preços praticados pelos concorrentes, inclusive com a possibilidade de fazer uma defesa de subfarutamentos. QUalquer coisa me envie uma mensagem. Atenciosamente, Mário Lopes IBSolutions - Gestão e Consultoria Estratégica de Exportação e Importação
×
×
  • Create New...