Jump to content
Siscomex - Comércio Exterior

Search the Community

Showing results for tags 'despachante'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Comércio Exterior
    • Exportação e Comércio Exterior em Geral
    • Importação
    • Anúncios
    • Notícias
    • Geral, Off-Topic
    • Assuntos diversos de Comércio Exterior
  • Comunidade
    • Regras do fórum
    • Comunicados e Informações da Administração
    • Ajuda sobre o fórum

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Twitter


Cidade


Empresa

Found 16 results

  1. Como desembaraçar sua bagagem despachada do exterior (PORTO SANTOS) Fiz este tutorial e postei ALGUMAS informações adicionais sobre legislação neste blog; http://semdespachante.blogspot.com/ Após experiência desgraçadamente traumática com minha mudança, despachada de Londres para o Porto de Santos, faço este guia. Pela cidadania, contra os malditos atravessadores, contra a política de “criar dificuldades para vender facilidades”, contra o abuso econômico de armazéns e empresas de logística, e para para facilitar a vida de colegas estudantes e moradores do exterior que, como eu, retornam ao Brasil e despacharam pertences por via marítima. Aliás, leve no avião o que der e o que não der! Há muita burocracia para se liberar uma bagagem desacompanhada, despachada para o porto de Santos. Mas é vantagem você cuidar disso pessoalmente. Lição número um, de suma importância: você não precisa de um despachante alfandegário. REPITO: VOCÊ NÃO PRECISA DE DESPACHANTE ALFANDEGÁRIO. Ele só vai lhe atrapalhar e fazê-lo gastar mais. O sistema da Receita Federal é burocrático, mas muito amigável com o interessado, OU SEJA, VOCÊ EM PESSOA. Tenho a impressão que certas categorias de “facilitadores” serão extintas com a evolução do Estado e com a informatização, como já ocorre com o DETRAN. É mito a ideia de que você precisa de alguém pra cuidar de sua bagagem. Primeiro de tudo, cuide para que o despacho venha em seu nome, e não de uma empresa. Quando mandar as coisas do exterior, faça com que os documentos venham em seu nome, para seu endereço no Brasil. O documento fundamental, que inicia Tudo, é o tal BL, o 'bill of landing'. Veja o danado aqui embaixo: Ele chega ao seu endereço no Brasil, por.correio ou courier. Três vias originais. NÃO as perca de jeito nenhum! Isso é o passaporte pra sua carga. Perdeu, game over. Agora, você precisa de 2 ou 3 dias inteiros em Santos, para liberar. Quanto mais cedo começar, menos armazenagem. Creia-me, você quer pagar o mínimo, que já é caro. Meus 2 meses, carga de 165kg e 2m3 ficaram em 3400, só de armazém. Se liberar em uma semana, poderia derrubar isso pra uns mil e poucos. Estou quase abandonando tudo, ainda negociando com a droga do depósito, mas isto é outra história... 1- “Ingredientes” antes de descer: · Não deixe de ler as regras da Receita Federal:http://www.receita.f...acompanhada.htm · BL original e 4 cópias; · Página da foto do passaporte: 4 cópias; · CPF e RG - 4 cópias; · Passaporte completo, todos as páginas, Todas! (duas cópias – pra RFB e pra Marinha Mercantil); · lista de bens com valores aproximados em reais; · Comprovantes de que morou fora por um ano: passagens, aluguel, matrícula da faculdade, documento estudantil, declaração do consulado, etc. · Compre um envelope escrito ‘DSI’ EM QUALQUER PAPELARIA ao redor da alfândega: tem uma na Braz cubas. Um detalhe importante: trabalha-se muito em todos estes lugares: das nove ao meio-dia e das duas às cinco. São europeus: fecham tudo por duas horas. Uma civilidade invejável! Siscomex e ICMS Extras que podem agilizar muito sua vida, principalmente se o funcionário da receita não for prestativo (devo salientar que, no meu caso, foi muito prestativo): · 1- faça uma senha pro Siscomex: veja comono site da receita:http://www.receita.f...ex/siscomex.htm Talvez tenha que ir pessoalmente a uma secretaria da receita na sua cidade. Ande com todos os docs listados acima, pois podem pedir para liberar uma habilitação/senha. De posse da senha, faça login e registre seu BL e a lista de bens. Você estará gerando uma DSI, ou seja, 'declaração simplificada de importação”. Imprima umas 4 cópias. Ganhou 2 ou 3 horas só com isso! Isenção de Icms Preencha isso, após ter a DSI registrada (acima), com dados do BL e da DSI: WWW.fazenda.sp.gov.br/simp/ - coloque seu CPF e o número da DSI que você já deveria ter gerado! Nos campos respectivos, ponha adição n.o1; clas tarifária = 00000; trat tibut.o 4; Fundamento legal: artigo 8.o do anexo I do anexo do ICMS (DEC 45.490/00). Imprima 3 cópias. Ok, você está pronto para descer pra SANTOS COM TODA ESSA PAPELADA. PRIMEIRA PARADA: o endereço da empresa de logística que aparece no Bl: olhe a coluna da direita, campo nove, onde se lê 'document presentation'. Lá, você vai deixar uns 500 reais e pegar carimbos.Lembre de pegar o endereço do armazém e do escritório da companhia (neste último, você vai pagar a armazenagem – deus te ajude! – vide abaixo). Isso te credencia pra ir pra receita - prédio enorme escrito alfândega: PRAÇA DA REPUBLICA S/N 8h30 as 12h e 14h as 17h Sugiro que pare o carro por ali. Dá pra fazer tudo a pé. Tem um estacionamento com bom preço do lado oposto da rua/praça. Vá ao setor de bagagem. Comece a despachar, vá seguindo instruções. Terminou a receita, após muita andança e umas 3 horas. Passe na marinha mercante com a DSI e os comprovantes. Você pedirá isenção de taxas da marinha mercante. R. Augusto Severo, 7. Perto. Rápido, cerca de 15 min. Somente no dia seguinte, após despachos na receita, seu envelope e processo DSI chegará ao armazém, em torno de 9h. Entre para conferir a mercadoria com o fiscal da receita federal - é obrigatório. Insista na portaria. Tem uns idiotas que não estão acostumados com “pessoa física’. Mais um papel e um carimbo. Volte pra região da alfândega e vá no prédio da fazenda estadual: um prédio clássico, que fica à direita do da alfândega (olhando de frente, o único prédio na praça à direita). Despache o impresso do ICMS (junte passaporte, rg, cpf e docs da receita, incluindo a isenção) e não ESPERE competência. Vão demorar até umas 15:30 pra te devolver as coisas despachadas de manhã. Enquanto a fazenda estadual "trabalha", vá pagar o armazém no endereço do escritório, que você já deve ter (pegue naquele primeiro lugar onde carimbou o Bl). Pague a conta. Vai morrer com mais de mil. Segundo eles, é calculado sobre o valor que você declara na receita, volume, peso, e tempo. O tempo é cruel. Seja rápido para não pagar mais. Pronto! Tá livre pra pegar suas coisas. Contrate um carreto ou alugue uma Van, e leve suas coisas. O que você resolve sozinho em dois ou três dias, o despachante levaria um mês ou mais, fora os honorários dele. Espero que pessoas comentem, me corrigindo e completando, para que editemos um tutorial completo e bem abrangente. Por fim, reforço que minha intenção, ao empenhar tempo nestas linhas, é disseminar conhecimento e iluminar as trevas dos processos e instituições deste país, mesmo que em uma escala mínima. Abraço, Rafael.
  2. Pessoal, boa noite. Desculpe, mas tirei o radar agora e estou com bastantes dúvidas para fazer minha primeira importação, pesquisei bastante no forum, porém não consegui esclarecer alguns pontos, quem puder me ajudar ficarei muito grato. Meu radar é o express MEI. 1 - Devo já solicitar o envio como formal ou enviar como encomenda normal e caso caia em canal vermelho procedo com o desembaraço formal utilizando o radar? 2 - Posso pagar com paypal ou devo usar contrato de cambio ou outra forma de pagamento? 3 - Referente a Mercadoria, sei que não podemos importar produtos de marca conhecida, porém se for marca chinesa existe algum problema? 4 - Como vou iniciar com uma importação pequena de no máximo 1000usd pretendo fazer o envio pela DHL express, posso contratar outro despachante que não seja a da própria DHL ? 5 - Qual é a média de custo ( impostos + taxas ) que terei ao fazer uma importação formal na faixa de 1000usd ? Obrigado !!!
  3. Olá trabalho com Rastreamento Veicular, onde compro meus equipamentos no Aliexpress como PF, mais devido a demora dos correios gostaria de começar a importar como PJ, sou MEI mais ainda não tenho RADAR, quero importar quantidade de 50pcs a 100pcs. NCM: 8526.91.00, sei que ele tem anuência do DECEX, agora gostaria de saber se eu precisarei HOMOLOGAR junto a ANATEL antes de importar esse produto para não ter a mercadoria apreendida, informo desde já que não quero revender o produto com emissão de Nota Fiscal, pois minha empresa vende o equipamento com o serviço de instalação incluso somente para minha Cidade. Sei também que não posso utilizar o IMPORTA FÁCIL porque ele tem anuência do DECEX e os correios não fazem a nacionalização da mercadoria. Pretendo trazer mercadoria por DHL por ser mais rápido, e quando chegar aqui uma empresa faria o desembaraço. Penso em DHL por ser mais rápido, ou vocês indicam outra modalidade mais barata. Alguém poderia me passar uma simulação de custos, pois gostaria de saber qual o valor dos impostos que terei que pagar sobre esse produto. Cálculo rápido: 50pc x USD18,00 = USD 900. Alguém poderia esclarecer essas minhas dúvidas. Desde já agradeço, Eduardo Lima
  4. Boa noite a todos, Esta é a minha primeira participação no fórum para solicitar ajuda aos colegas com relação a algumas dúvidas que infelizmente não consegui sanar após exaustivas pesquisas dentro da comunidade e fora dela, realmente espero não estar realizando nenhum questionamento repetido e caso assim o seja já peço desculpas de antemano. Senhores e senhoras, estou querendo importar um carro do nosso vizinho mais ao sul, Uruguai (Uruguay). Já estou por dentro de que um dos requisitos é que o carro tenha mais de 30 anos, após pesquisar de forma extensiva e me familiarizar com um pouco da teoria que rege todo o relacionada aos impostos em cascada, radar, despachante, etc... me mantive com algumas interrogantes e por tal motivo venho torna-las públicas. Se o veiculo em questão for comercializado por valor não superior a 3000 dolares, é necessário Radar? Ou poderia realizar o procedimento por importação simples? Este valor é somente para o bem ou também para o frete incluido? Como o país em questão faz fronteira geográfica com o gigante sul americano a importação do carro poderia ser por frete do tipo cegonha? Ele necessita ser encaixotado, a exemplo dos que chegam ao nosso país por via aérea? Caso ele possa ser transportado por via terrestre ele seria entregue em um porto seco? Sendo assim posso escolher qualquer porto seco do território nacional? Um exemplo hipotético: Eu compro o carro de um vendedor que se localiza em uma cidade fronteriza com o Brasil pelo valor de 2500 dolares e que o valor do frete até o porto seco mais próximo eu consiga por 500 dolares. Nesta situação o procedimento de importação seria menos burocrático? Como eu poderia contra-questionar a receita federal caso eles questionem o valor do automóvel? Anúncios de sites de venda seriam suficientes por exemplo? Caso o valor final+frete ultrapassem os 3000 dolares somente com o Radar já seria possível realizar a compra? Sendo o procedimento de entrega por via terrestre válido eu poderia solicitar que o carro fosse entregue em um porto seco de uma região mais ao norte de nosso país? Não sendo necessário colocar o carro em uma embalagem o que impediria que as pessoas alterassem alguma coisa no bem entre a fronteira e o armazém da receita? Eles colocam algum tipo de adesivo (lacre) nas partes moveis do carro? Ex: capo, portas, etc? E por ultimo que tipo de autorização devo buscar na empresa que realiza este tipo de frete? Desde já agradeço imensamente a atenção dispensada, tenho outras dúvidas que talvez sejam de interesse de outras pessoas que se encontram em uma situação semelhante, caso o tópico se desenvolva sera um enorme prazer debater com os colegas. Muito Obrigado
  5. Este app foi idealizado e desenvolvido pela equipe de importação da Sima Logistics® para fornecer suporte às empresas que desejam ingressar no Comércio Exterior realizando processos de Importação com segurança, através de um parceiro experiente e confiável. Baixe Grátis em seu smartphone ou acesse via desktop: http://galeria.fabricadeaplicativos.com.br/importacao_-_manual O manual compreende os seguintes assuntos: 1 - AMOSTRAS 2 - DESPACHO ADUANEIRO 3 - CANAIS DE PARAMETRIZAÇÃO 4 - DOCUMENTOS 5 - FORMAS DE PAGAMENTO 6 - TRIBUTAÇÃO 7 - LICENÇA DE IMPORTAÇÃO 8 - CLASSIFICAÇÃO FISCAL 9 - VALOR ADUANEIRO 10-ÓRGÃOS ANUENTES 11-PERDIMENTO 12-INCOTERMS 13-SISCOMEX E NOVOEX 14-RADAR Baxie grátis hoje mesmo!
  6. Boa tarde, Alguém me indica um despachante em Recife, obrigado.
  7. Boa noite!!! Pretendo fazer a minha primeira importação com o importa facil mas tenho algumas duvidas, andei pesquisando e não achei o caminho certo, se alguem conseguir esclarecer a minha duvida eu agradeço. Pretendo importar acessorios para surf como por exemplo: Quilhas para prancha de surf Encaixe para quilhas de surf (Plugs que é embutido na prancha de surf para o encaixe da quilha) Leash (cordinha que prende a prancha no pé do surfista) Astrodeck (anti derrapente que é colado na prancha) Não sei qual a TSP a preencher no Importa Facil, o que eu achei que chega mais próximo é 9090- Pastes de outros produtos, 9045- partes de embarcações, 8090- Outros produtos não especificado nem compreendidos por outros códigos. Tenho receio em usar algum desses TSP e minha mercadoria ficar retida. Aguardo a orientação de alguem, já que andei lendo alguns tópicos e vi que tem bastante gente com experiencia aqui no Forum. Agradeço a todos..
  8. Pessoal, Estou com um problema, meu despachante não sabe o queer dizer a mensagem abaixo. Minha empresa tem mais de 10 anos importando, e me aparece essa mensagem... e o pior é que essa mensagem apareceu na sexta feira ás 18h. Eu nao sei muito bem o que fazer para liberar essa DI. Alguém sabe o que essa mensagem significa e quais os procedimentos a serem adotados? COMPROVAR A REVISÃO DA SUA HABILITAÇÃO PARA OPERAÇÃO NO SISCOMEX, ENTREGANDO CÓPIA DO DESPACHO DECISÓRIO DE DEFERIMENTO NA SEÇÃO DE FISCALIZAÇÃO ADUANEIRA - SAFIA, NO PRÉDIO DA ALFÂNDEGA DA RFB NO PORTO DE ITAJAÍ/SC (RUA DR. PEDRO FERREIRA, 34, 4} ANDAR), CITANDO O NÚMERO DESTA DECLARAÇÃO DE IMPORTAÇÃO . Agradeço quem puder se manifestar... complicado ter um despachante que deixa a gente na mao numa sexta feira a tarde
  9. Ola pessoal, sou novo aqui. Tenho um pacoce retido na UPS de importação Formal. Preciso de um despachante. Sou de Fortaleza. Para fazer o Radar pessoa Física, tenho que indicar um Despachante a apresenta cópia da identidade do mesmo, pois foi exigido pela aduana. Agora a Dúvida, O pacote estar em Viracopos em Campinas, Tem que ser um despachante que trabalha em Campinas ou pode contratar despachante de outro estado? Se o despachante for de outro estado ele teria que ir até Campinas para fazer o trabalho? Ele cobraria pela passagem assim ficando mais caro o serviço? Ou faz tudo de forma Digital? Agradeço muito a todos que me ajudar, pois mal estou dormindo de tanto preocupado de eu perder(comprei por R$5.000,00.). Mais uma vez obrigado!
  10. Olá, Estou querendo importar kimonos para minha equipe. Seriam 30 unidades, o que levaria algo próximo de 70Kg. E valor abaixo de U$3mil, mesmo com frete. Já li falando que o serviço Importa Fácil é muito demorado. Gostaria de saber qual outra modalidade existe para MEI. E quais taxas além dos 60% e ICMS? Grato
  11. Boa noite a todos. O meu amigo tem radar liberado de U$ 150.000 na sua empresa, ele mesmo pode efetuar o cadastro dos produtos, fornecedores, direto no sistema siscomex e depois ele mesmo efetuar o desembaraço alfandegario na hora que as mercadorias chegarem ao Brasil ? Ou ele é obrigado a contratar os serviço de um despachante aduaneiro. grato
  12. Assessoria Aduaneira • Despacho aduaneiro nos portos, aeroportos e fronteiras • Registro de importador e exportador junto à Receita Federal ( RADAR ). • Assessoria em comércio exterior e documental • Orçamento completo e otimizado para importação e exportação • Regimes aduaneiros especiais e atípicos • Seguros internacionais Importação• Análise da documentação vinda do exterior • Cálculos e classificação fiscal • Elaboração de licença de importação e declaração de importação • Projetos completos de operações door-to-door • Drawback, entreposto aduaneiro, admissão temporária • Pleito de Ex-tarifários Exportação• Coordenação de embarques e bookings • Liberação aduaneira; • Registro de exportação (R.E.) e solicitação de despacho ( S.D.) • Elaboração de documentos e certificados • Processos atípicos. Contato www.simalogistics.com.br Operacional Imp/Exp: +55(19) 3039-8784 Filiais Santos: Praça da República, 62 - Centro - Santos/SP Aeroporto Viracopos: Centro empresarial VCP - Campinas/SP Aeroporto São Paulo/Guarulhos: Rodovia Helio Smith, s/nº - Edifício Teca - Guarulhos/SP. Unidades de Apoio Operacional em: BRASIL: Foz do Iguaçu, Santa Helena, Chuí, Uruguaiana, Cáceres, Corumbá, Jaguarão, Santana do Livramento, Confins, Contagem, Navegantes, Itajaí, Paranaguá, Rio Grande, Rio de Janeiro, Recife e Salvador. EXTTERIOR: EUA - Costa Mesa,CA / Odessa, FL.
  13. Oi pessoal, Minha dúvida é a seguinte: mesmo possuindo RADAR, quando eu importar via DHL precisarei de um despachante? A DHL não tem esse serviço? Obrigado.
  14. Olá. Tenho uma empresa que importa para comercialização. Somos enquadrados no simples nacional e temos Radar simplificado. Sempre uso o despachante e importo com meu próprio radar, porém tenho dificuldades quando o valor da mercadoria é baixo, pois os custos fixos inviabilizam o negócio. Pergunta: Em um produto de 500 a 2000 dólares, valeria a pena utilizar uma Trading, mesmo pagando a comissão? O custo total poderia ser menor? (ou seja, uma Trading pode ter um menor custo fixo, que compense a comissão, por ter melhor escalar e consolidar importações?) Como não posso fazer courier, por se tratar de comercialização, estou procurando alguma forma que não inviabilize meus preços de venda. Alguém sugere alguma forma mais apropriada para valores baixos, porém para revenda? Grato Raphael
  15. Olá, Introdução: Sou canadiense mas já morei no Brasil como estudante, então eu falo portugues (mais ou menos). Estou começando a trabalhar na area de comércio exterior para uma empresa do meu país, e tenho algumas perguntas sobre o processo de importação/exportação para Brasil. Já li varios ''posts'' neste forum, e vocês são bem mais eruditos do que eu neste assunto. Afinal, estou aqui para aprender mais. Nosso negócio: A nossa empresa compra sapatos da China e vende pela internet no Canada para o consumidor final em domicilio. Modelo: Fornecedor da China--->Importação para Canada--->Armazem no Canada--->Transportação local--->Consumidor final *Tudo é vendido pelo nosso site proprio. O que nós sabemos: Vamos lançar nosso site em Português e entrar no mercado Brasileiro. 1) Já estamos abrindo a nossa empresa em São Paulo (está demorando um pouco). 2) Já pesquisamos todos os impostos e o NCM dos produtos. 3) Vamos importar produtos mensalmente (depende da demanda). 4) Já temos armazem para começar quando estivermos prontos. 5) Já sabemos como entregar o produto para o consumidor final. As perguntas baseadas nestas informações: 1) Vocês acham melhor fazer a importação no Brasil através de um bom despachante ou uma trading? Quais seriam as vantagens e desvantagens de cada? 2) Qual seria a melhor modalidade de importação neste caso? Vantagens e desvantagens para cada? -Importação própria? -Importação por encomenda? -Importação por conta e ordem? 3) De qualquer jeito, vamos precisar de tirar RADAR? Qual seria melhor, simplificado ou ordinario? Provavalmente vamos importar mais do que $150.000 por semestre. Agradeço vocês pela ajuda! Um abraço! Fico no aguardo, Steven
×
×
  • Create New...