Jump to content
Siscomex - Comércio Exterior
Sign in to follow this  
Siscomex (robô)

[EXAME] Parcela mais baixa: a startup que ajuda a reduzir o valor das contas

Recommended Posts

A quarentena enfrentada pelos brasileiros, devido à pandemia de coronavírus (Covid-19), pode ser uma oportunidade para avaliar o orçamento financeiro. Algumas contas mensais, como telefone celular, tv a cabo e até mesmo seguro, podem ser renegociados com empresa prestadora do serviço.

Mas antes de imaginar o tempo que você ficará ao telefone com as centrais de atendimentos saiba que existe uma plataforma que faz essa intermediação, a startup Parcela Mais Baixa.

O processo é gratuito para o consumidor. Basta inserir no site (www.parcelamaisbaixa.com.br) o valor da mensalidade e as contas que deseja alterar. Depois, a pessoa coloca o nome ou até mesmo apelido e um número de whatsapp ou e-mail.

Por fim, os fornecedores parceiros da startup avaliam os novos valores mensais e as propostas são enviadas diretamente pelos corretores e consultores ao consumidor.

Entre as contas possíveis de redução estão as de pacotes de internet, tanto para celular quanto banda larga, TV por assinatura e telefone fixo, planos de saúde, odontológicos e para pets, seguros de casa, carro e vida. Também é possível reduzir financiamentos, empréstimos e taxas de bancos.

Sobre os prazos de recebimento das novas propostas, depende do serviço solicitado, que variam de um dia até duas semanas, sendo as contas de telefonia e planos de saúde mais rápidas e financiamento com o prazo um pouco maior.

O contato pode ser feito por até três parceiros da startup e o consumidor pode encerrar a negociação na hora que desejar, evitando ligações indesejadas.

A startup surgiu da necessidade do fundador, Marcelo Bertolini, ao ficar desempregado em 2016. “Eu precisei reduzir meus custos. Ficava ‘pendurado’ ao telefone e sempre que eu cogitava em cancelar o serviço, me ofereciam mais benefícios por um valor menor. Era impressionante.”

O negócio foi pensado junto com Roberto Calderón, espeta em estruturação de negócios digitais. Calderón afirma que a startup é inovadora no país, já que não existe em outros países algo parecido. “O Brasil tem essa particularidade. Em qualquer lugar do mundo, se você quiser aderir a portabilidade entre empresas telefonias é fácil. Aqui, não.”

Desde 2018, a empresa já conseguiu reduzir cerca de quatro mil parcelas, que somam mais de 1,2 milhão de reais. “O nosso pico de atendimento é em janeiro, época em que o brasileiro tem muita conta para pagar”, acrescenta Calderón. Nas últimas semanas, a startup teve um crescimento de 20% de acesso impactado pela pandemia de coronavírus no país.

Veja abaixo mais matérias da EXAME

Consumidor pode pedir cancelamento de serviços sem ônus

Nubank vai pagar compras de iFood e consultas a clientes

Como pausar as prestações do imóvel e do carro por 60 dias

Até 57%: os 100 fundos que mais perderam com a crise do coronavírus

É autônomo? Como lidar com a perda de renda na pandemia

FGTS: 36 milhões de trabalhadores podem sacar R$ 998 até o final do mês

Ler artigo completo

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...