Jump to content
Siscomex - Comércio Exterior
Sign in to follow this  
Siscomex (robô)

[EXAME] 6 gráficos mostram como vai abertura econômica no Brasil e no mundo

Recommended Posts

O mundo segue em processo de flexibilização das medidas de quarentena impostas para conter a disseminação da covid-19. Mas nem todo mundo está tendo o mesmo sucesso para controlar a doença, o que tem atrasado esse processo.

A Exame Research mostra em relatório semanal sobre o cenário da covid-19 em que pé está a abertura das principais economias.

Entenda o cenário com estes seis gráficos:

Índice de rigor da quarentena – Américas

O Brasil já mostrou aperto de 4,8% em seu índice de rigor da quarentena nas últimas semanas, em função da piora dos casos em algumas regiões. O destaque mais recente é Sata Catarina.

Com mais de 60 mil casos da doença e 812 mortes, o estado vem anunciando ampliações das restrições de movimentação em diversas regiões, incluindo Grande Florianópolis, em situação gravíssima.

No Chile, o índice de confinamento avançou 14% nas últimas semanas. Já nos Estados Unidos, o indicador ficou estável desde o início de julho, num patamar sutilmente abaixo do mês anterior, mas praticamente 70% acima do normal, diz o relatório.

Untitled5.jpgÍndice de rigor da quarentena na AméricaExame Research/Divulgação

Índice de rigor da quarentena na Europa

A Europa é a região onde o cenário da covid está mais controlado no mundo até o momento. O índice de rigor na quarentena da Áustria e da Alemanha, dois países que vem se destacando no avanço da abertura da economia, recuaram 46% e 60%, respectiamente, quando comparado ao auge da crise em março e abril.

Já a Itáia, onde as medidas de isolamento foram reduzidas em 37% na mesma comparação, mostra uma certa elevação nos índices, destaca o relatório.

Índice de rigor da quarentena – Américas

Consumo de energia no Brasil

Mesmo sendo um período tradicionalmente mais fraco para o consumo de energia elétrica, o movimento do setor segue com inclinação positiva no Brasil, mostra gráfico da Exame Research.

Segundo o documeto, a comparação interanial poderia sugerir uma recuperaçao da carga, mas o nível ainda reflete mais o baixo nível de 2019 do que uma alta expressiva em 2020. “A partir de agosto, com uma mudança na sazonalidade, teremos melhor ciência da trajetória do indicador”, diz.

Untitled6.jpgConsumo de energia no BrasilExame Research/Divulgação

Novos casos no mundo

As Américas do Sul e do Norte continuam chamando a atenção pelo aumento no número de casos de covid-19. O gráfico abaixo mostra a evolução da pademia no mundo na média móvel dos últimos sete dias.

Enquanto a América do Norte avançou 4% nessa métrica na comparação com a semana anterior, a América do Sul cresceu 7,2%. O destaque ficou para Ásia, com 16% de aumento no número de casos, em função da Índia, onde a doença se espalha em cidades do interior do país, que abrigam a grand emaioria dos 1,3 bilhão de habitantes do país.

Untitled-2.jpgnovos casos por covid no mundo (média movel dos 7 dias)Exame Research/Divulgação

Mortes por covid-19 no mundo

Brasil e México continuam sendo destaques neegativos no número de mortes pela média móvel dos últimos sete dias.  Os dois países são acompanhados agora pela Índia.

Nos Estados Unidos, a situação é bastante heterogênea, com estabilização em estados importantes, como Nova York, e aumento relativo em Texas e California.

O número de mortes pela doença continua desacelerando na Europa e, em especial, no Reino Unido, Alemanha e Itália. Esses países viveram seus recordes há quase dois meses, destaca o relatório.

Untitled2.jpgMortes por covid-19 no mundo (média móvel de 7 dias desde o primeiro dia)Exame Research/Divulgação

Número de mortes ponderado pela população

O destaque negativo de Brasil e México fica mais claro quando o número de mortes é ponderado pelo tamanho da população. O gráfico a seguir mostra a discrepância recente da trajetória dos dois países em relação aos demais.

A população brasileira, de cerca de 200 milhões de habitantes, é pouco maior que a do México, por isso a base de comparação pela quantidade de habitantes faz mais sentido entre os dois países. Por essa métrica, a Índia, que tem mais de bilhão de habitantes, nem chega a aparecer entre as linhas.

Untitled3.jpgNúmero de mortes ponderado pela populaçãoExame Research/Divulgação

 

The post 6 gráficos mostram como vai abertura econômica no Brasil e no mundo appeared first on Exame.

Ler artigo completo

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...