Sylvio

MEI Passos para Importar

23 posts neste tópico

Olá pessoal, preciso de ajuda de vocês, me cadastrei no MEI ( Micro Empreendedor Individual ) doo Governo Federal,tenho o CNPJ de Comercio Varejista de Equipamentos de Telefonia e Comunicação, incluindo outras atividades como comercio varejista de equipamentos e suprimentos de informática, vestuários e acessórios. A minha ajuda é, quero importar produtos da China para o Brasil, de inicio acho que não importarei mais de 3.000,00 dolares, como devo proceder? Quais os passos que tenho que iniciar agora? Preciso me habilitar no siscomex? Me ajude por favor. Desde já agradeço.

 

 

Mayort

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá tudo bem !

 

O primeiro passo é ter noção sobre importação, sugiro que faça um curso básico e depois um de nivel superior, sobre comércio exterior.

 

Para começar uma impotação, faça cadastro no SISCOMEX, salvo se utilizar o Importa Fácil.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

DioneCW,

 

tenho lido no forum sua participação ativa nas dúvidas gerais, parabéns pelos esclarecimentos.

 

Bom, sou formado em relações internacionais, trabalho com importados, e estou me legalizando como MEI. Minha duvida é com relaçao ao desembaraço da mercadoria. Nao pretendo utilizar o serviço importa facil nem contratar um despachante(eu mesmo quero fazer o despacho). Como devo proceder, sendo q darei como endereço ao importador o Aeroporto Internacional de Curitiba. Outra coisa, onde posso achar um simulador de importação para verificar em quanto serao taxados os produtos que importarei.

 

Abraços e obrigado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

DioneCW,

 

tenho lido no forum sua participação ativa nas dúvidas gerais, parabéns pelos esclarecimentos.

 

Bom, sou formado em relações internacionais, trabalho com importados, e estou me legalizando como MEI. Minha duvida é com relaçao ao desembaraço da mercadoria. Nao pretendo utilizar o serviço importa facil nem contratar um despachante(eu mesmo quero fazer o despacho). Como devo proceder, sendo q darei como endereço ao importador o Aeroporto Internacional de Curitiba. Outra coisa, onde posso achar um simulador de importação para verificar em quanto serao taxados os produtos que importarei.

 

Abraços e obrigado

 

Olá

 

Você pode fazer uma simulação neste site:

 

http://www4.receita.fazenda.gov.br/simulador/

 

Antes de tudo, sugiro que você faça um curso de Importação, despacho aduaneiro e SISCOMEX.

 

 

1 - Para você importar como pessoa jurídica, terá que fazer o cadastro no SISCOMEX, como é MEI, faça o de pequena monta.

 

2 - Feito isso, antes de importar a mercadoria, peça ao exportador, uma fatura pró-forma, acesse o programa SISCOMEX e formule uma LI, com os dados da fatura e espere a aprovação dos Óragão Anuentes.

 

3 - Só depois de aprovado poderá fazer a importação.

 

4 - LI deferida, agora você pode importar a mercadoria. (Negocie com o exportador para que a mercadoria não venha pelos Correios ou empresas courier, caso contrário pagará 60%+ICMS) neste caso sugiro Cias Aéreas ou Navio.

 

5 - Feita a negociação (Fatura Pro forma)e determinada a condição de venda (Incoterms), tenha em mãos, a Licença de Importação e a Fatura pró-forma para fazer um contrato de câmbio, no banco, para efetuar o pagamento ao exportador.

 

6 - Feito tudo corretamente, é só aguardar a mecadoria chegar para fazer o despacho.

 

7 - O despacho é feito quando a mercadoria chega ao país, é o momento onde será feita a DSI e/ou DI no programa do SISCOMEX perante o Fiscal. (Tem que ir pessoalmente ou mandar um representante legal também cadastrado no SISCOMEX).

 

8 - Com a Licença de Importação, a Commercial Invoice (você pega com o fiscal, no momento do despacho), o conhecimento aéreo (AWB - AIRWAY BILL)e o Contrato de Câmbio em mãos, você irá fazer a DSI e/ou DI.

 

9 - Os Impostos serão debitados automaticamente em sua conta bancária através do SISCOMEX.

 

 

Dicas:

 

1 - Se você não tem idéia de onde a mercadoria está parada (aeroporto / cidade), com o número do conhecimento aéreo, acesse o MANTRA - Manifesto de Trânsito Aduaneiro e Armazenamento através do SISCOMEX.

 

2 - Importação por Cia Aérea, informe ao exportador o aeroporto de destino, através da Commercial Invoice, para você fazer o despacho em sua cidade, veja o tópico CIAS AÉREAS.

 

3 - Fique atento nas leis e normas, sobre o a mercadoria que irá importar.

 

4 - Informe corretamente o NCM, medidas e pesos da mercadoria, não pode haver erro.

 

5 - Para cada mercadoria diferente, será feita uma LI e você poderá adicionar, as LIs em uma DSI e/ou DI.

 

6 - Mercadorias idênticas, tem que vir acondicionadas em lotes, caso contrário terá que fazer uma LI para cada unidade.

 

Abraços!

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pessoal, eu moro em Brasília e estou procurando cursos na área de Comércio Exterior, mas só encontro on-line.

Alguém poderia me dar uma dica de onde fazer? Trabalho com importação, mas tenho dúvidas em relação à tributação.

Obrigada!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pessoal, eu moro em Brasília e estou procurando cursos na área de Comércio Exterior, mas só encontro on-line.

Alguém poderia me dar uma dica de onde fazer? Trabalho com importação, mas tenho dúvidas em relação à tributação.

Obrigada!

 

Oi Taissa tudo bem !

 

Faça o curso superior no IESB - Instituto de Ensino Superior de Brasília, os professores são bem qualificados e trabalham na área, estou indicando esta faculdade, devido a uma pesquisa que eu fiz antes de fazer o curso. Sugiro que faça também os cursos técnicos da Aduaneiras.

Obs: Faça o Curso de Comércio Exterior e/ou de Gestão em Negócios Internacionais, não indico o de Relações Internacionais, porque técnicamente falando se trata mais de Negociações e tratados Governamentais (Governo) e não está ligado diretamente a parte técnica do comércio exterior (Comércio).

 

Abraços!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Dione,

 

obrigada pelas dicas...

Na verdade cursei Administração em Comércio Exterior no IESB e fiz Pós-graduação em Comércio Exterior na ESAD.

Mas preciso de cursos mais específicos e focados.

Infelizmente não tenho como ir para São Paulo para fazer os cursos da Aduaneiras por agora.

Estou procurando alguns cursos on-line, mas não sei se são confiáveis.

Vc não conhece nenhum?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Dione,

 

obrigada pelas dicas...

Na verdade cursei Administração em Comércio Exterior no IESB e fiz Pós-graduação em Comércio Exterior na ESAD.

Mas preciso de cursos mais específicos e focados.

Infelizmente não tenho como ir para São Paulo para fazer os cursos da Aduaneiras por agora.

Estou procurando alguns cursos on-line, mas não sei se são confiáveis.

Vc não conhece nenhum?

 

Conheço apenas este, mas não precisa ir para São paulo, veja os cursos que serão ministrados em Brasília, no início de 2011, no link abaixo:

 

http://cursos.aduaneiras.com.br/cursos_uf.asp?id=7&uf=Distrito Federal

 

Cada trimestre, a aduaneiras, traz cursos técnicos de COMEX para Brasília.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa tarde a todos, essa é minha primeira postagem no forum. Preciso muito da ajuda de voces. Sou vendedor no mercado livre a 4 anos, e hoje recebi um "ultimato" do mercado livre me obrigando a me tornar pessoa juridica caso queira continuar a vender no site. Sempre vendi celulares importado da china cujo compro pelo meu cartao de credito e mais outros 2 cartoes de amigos meus, em media são 9 aparelhos por mes que da um total de compra de R$1899,00 reais. Fui até um contador da minha cidade para tirar duvidas referente ao MEI e micro empresa. Ele informou que o mei agora pode ter uma media de R$5.000,00 p/mes, gostei da noticia :D , porem vem as duvidas. Meus gastos com compra e venda não vao ultrapassar o limite do MEI porem eu posso utiliza-lo normalmente para continuar a fazer esse comercio mesmo que provavelmente o fornecedor da china não forneça nota fiscal da venda? Caso ele forneça apenas uma nota simples discriminando a minha compra e contendo todas as informações do fornecedor nessa nota, ela vai servir para eu apresentar na receita federal caso ela venha a solicitar algum esclarecimento? Como fica a historia de comprar da china e nao ser taxado ao entrar no Brasil devido a declarar um valor menor na embalagem e não na nota? Apos me tornar CNPJ eu terei que obrigatoriamente pedir para o fornecedor declarar na embalagem externa o exato valor da minha compra sem "esconder" os valores reais?...Sei que são muitas perguntas mas eu dependo e muito da renda que tenho nessas vendas e se não conseguir me adequar terei um grande prejuízo e estou muito preocupado com isso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Alguem poderia me indicar um curso online mesmo?

 

Vi muitos mas nao sei quais sao realmente confiaveis.

 

Obrigada,

Bruna

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

4 - LI deferida, agora você pode importar a mercadoria. (Negocie com o exportador para que a mercadoria não venha pelos Correios ou empresas courier, caso contrário pagará 60%+ICMS) neste caso sugiro Cias Aéreas ou Navio.

 

 

Olá, antes de mais nada, LI somente para os NCMs que constarem nas tabelas pertinentes, correto?

 

E quanto a Correios, existe alternativa para interceptar sem usar o ImportaFacil, não?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

No uso do simulado pergunta o ICMS, que é usado para cálculo do PIS e CONFINS, mas o ICMS não aparece no resultado. Além dos tributos mostrados no simulador deve-se somar o ICMS?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito obrigada! Vou dar uma olhada!

 

Quais são suas dúvidas quanto a tributação, talvez contratar uma assessoria seria a melhor opção. Caso queira trocar experiencias me escreva jbrito.comex@uol.com.br

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Positivo.

 

Ok, somam-se os tributos do simulador e pagar-se-á mais o ICMS para a liberação. Depois quando revender, da importadora (optante pelo Simples) para uma loja, o ICMS vem mais uma vez... (ou viria, vou ver com o contador se ninguém souber responder aqui).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Resposta de Luiz José em contabeis.com.br:

 

 

 

A empresas optante pelo Simples Nacional ja paga ICMS pelo DAS, menos nas situações abaixo relacionadas, quando o tratamento será igual a uma empresa RPA.

a) nas operações ou prestações sujeitas ao regime de substituição tributária;

b ) por terceiro, a que o contribuinte se ache obrigado, por força da legislação estadual ou distrital vigente;

c) na entrada, no território do Estado ou do Distrito Federal, de petróleo, inclusive lubrificantes e combustíveis líquidos e gasosos dele derivados, bem como energia elétrica, quando não destinados à comercialização ou industrialização;

d) por ocasião do desembaraço aduaneiro;

e) na aquisição ou manutenção em estoque de mercadoria desacobertada de documento fiscal;

f) na operação ou prestação desacobertada de documento fiscal;

g) nas operações com mercadorias sujeitas ao regime de antecipação do recolhimento do imposto, bem como do valor relativo à diferença entre a alíquota interna e a interestadual, nas aquisições em outros Estados e Distrito Federal, nos termos da legislação estadual ou distrital;

Correto? Então, toda vez que ocorrer uma das situações acima a empresa optante pelo simples nacional, deverár ecolher o ICMS através de GNRE.

 

 

Editado por Softclick

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Resta saber se uma empresa não optante pelo Simples tem que pagar o ICMS novamente na revenda também. Creio que não, pois ficaria como crédito de ICMS. E eu tenho duas empresas com importadora no objeto social e meu contador disse que era melhor fazer pela que estava na Simples, estou começando a ficar de s* cheio com os espetas de cada área.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vou abrir um tópico só para citar o excelente artigo a respeito publicado na Inet

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O mei pode importar até $3000 sem precisar de radar pelo q eu entendi. Agora esse valor conta tbm com o valor do envio(despesas naval ou aéreo)? 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Na hr de pedir ProformeInVoice coloco o cnpj mei?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
9 horas atrás, Luiz Eduardo disse:

O mei pode importar até $3000 sem precisar de radar pelo q eu entendi. Agora esse valor conta tbm com o valor do envio(despesas naval ou aéreo)? 

Sim, na importação o valor considerado é sempre a base CIF - Costs, Insurance & Freight, ou seja, produto+frete+seguro.

Abcs,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
9 horas atrás, Luiz Eduardo disse:

Na hr de pedir ProformeInVoice coloco o cnpj mei?

Sim, precisa colocar a razão social ( que é o nome ) + CNPJ, se for fazer via PJ.

Abcs,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora