Ir para conteúdo
Siscomex - Comércio Exterior
- Diego -

Habilitaçao Radar sem o auxilio de um despachante

Recommended Posts

Olá, boa tarde a todos...

 

Qual o procedimento para a habilitaçao do radar sem o auxilio de um despachante ? Vi relatos de membros do forum que não tinham conhecimentos contábeis e conseguiram fazer os procedimentos sozinhos sem precisar pagar a taxa absurda de R$ 1000,00 que muitos cobram para fazer essa habilitaçao.

 

E se é possível qualquer pessoa fazer a habilitaçao, porque cobrar um valor tão alto ?

 

Se alguem tiver alguma experiencia, por favor compartilhem conosco.

 

Obrigado...

  • Like 8

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho que criei sem querer mais de um tópico com o mesmo assunto, por favor moderaçao, delete o tópico duplicado. Obrigado...

  • Like 4

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O radar pode ser emitido por qualquer pessoa.

 

O valor é cobrado pois exige observância e estudo das leis aduaneiras vigentes e demanda de disposição e tempo ( e muito, ultimamente ) para acompanhamento.

 

Lembrar que quando um despachante esta correndo atrás da habilitação de radar, ele deixa de fazer fazer desembaraços, então nada mais justo cobrar.

 

Abcs.

  • Like 8

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Perfeito comentário Maicon.

Acrescento ainda que o estudo das leis aduaneiras vigentes são feitas diariamente pois todos os dias são publicadas novas normas relacionadas ao assunto.

Sempre se aplica o velho exemplo: "Apertar parafusos para regular uma máquina é fácil, mas saber abertar um parafuso, aquele que é o correto e o seu ponto de equilibrio tem que ter um custo".

Aliás R$ 1.000,00 é pouco não paga a manutenção mensal de uma empresa estruturada.

Um abraço a todos!

 

Moacir Ferreira da Silva Filho

GREEN SERVIÇOS INTERNACIONAIS LTDA

Importação e Exportação - Despachante Aduaneiro

Import and Export Department - Custom Broker

Home: www.greenservicos.com.br

Blog: http://greenconsultores.blogspot.com

Twitter: @moacirferreira

Editado por Moacir
  • Like 5

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É verdade Moacir...esta do parafuso eu gostei !

 

Um software tipo TEC, para podermos fazer as análises de alíquotas, tratamentos administrativos, LIs, etc, hoje custa em torno de R$3.000,00 a assinatura, isso só para começar...mas essa parte ninguém vê e ainda existe o taxamento de sermos "atravessadores".

 

Não é a toa que as aduanas estão lotadas de cargas em perdimento, abandonas, e apreendidas.

 

Abraços!

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não discuto a importância de um bom despachante para fazer as importações, mas cobrar até R$ 1.000,00 para habilitação no Radar é completamente absurdo.

 

Se a empresa não tem nenhum problema com a documentação e o fiscal da Receita não for muito chato, qualquer pessoa com primeiro grau completo consegue juntar os documentos.

 

O mais importante de tudo: VOCÊ NÃO PAGA NADA PARA TIRAR O RADAR! SE ENTREGAR A DOCUMENTAÇÃO ERRADA PODE MUITO BEM RETIFICAR QUANTAS VEZES FOR NECESSÁRIO. Claro que vai perder tempo, mas é melhor do que pagar R$ 1.000,00.

 

São pouquíssimos os documentos solicitados:

 

 

Art. 4º O requerimento de habilitação, na modalidade simplificada, será instruído com os seguintes documentos, conforme disposto no art. 10 da IN SRF nº 650, de 2006.

http://www.receita.fazenda.gov.br/publico/Legislacao/Ins/2012/IN1245/Anexo1IN12452012.doc

Assinado e com firma reconhecida

 

 

I - cópia do documento de identificação do responsável pela pessoa jurídica, ou do signatário do requerimento, se forem pessoas diferentes; e

Copia autenticada de RG e CPF

 

II - instrumento de outorga de poderes para representação da pessoa jurídica, quando for o caso.

Se não precisa levar se você mesmo for dar entrada

 

(...)

 

I - cópia dos atos constitutivos da pessoa jurídica, ou de sua última consolidação, e alterações realizadas nos últimos dois anos;

Se for ME, levar cópia autenticada do Requerimento de Empresário

 

II - certidão simplificada da Junta Comercial expedida há, no máximo, noventa dias;

Aqui em Pernambuco esta certidão pode ser solicitada até pela internet no site da Junta Comercial. No mesmo dia que eu paguei (R$ 28,00) recebi a certidão.

 

III - relativos aos imóveis onde funcionam o estabelecimento matriz e o principal depósito da requerente:

 

a) cópia da guia de apuração e lançamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) ou Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (DITR), com os dados cadastrais do imóvel; e

Cópia autenticada do carnês de IPTU onde a empresa está instalada. O IPTU deve estar no nome de sua empresa ou se o imóvel for alugado o IPTU deverá estar no nome de quem celebrou o contrato de aluguel com sua empresa. Se for imóvel alugado, levar cópia do contrato de aluguel com todas as vias autenticadas.

 

B) cópia da nota fiscal de energia elétrica ou de telefone do mês anterior ao da protocolização do requerimento.

Conta simples de luz ou telefone que esteja em nome da sua empresa

 

Aqui em Recife solicitaram outro documento, a inscrição estadual e a situação no Sintegra, mas a fiscal foi muito solícita. Ela entrou no site http://www.sintegra.sefaz.pe.gov.br/ imprimiu a via e anexou ao meu processo.

 

Preenchi o requerimento e preparei toda esta documentação em menos de 2 hora (contando o tempo esperando no cartório pelas autenticações e reconhecimentos de firma). No mesmo dia entreguei na Receita Federal.

 

O comunicado do deferimento chegou apenas 7 dias úteis após eu entregar a documentação.

 

Tem algo de complicado nisso ai? Se precisar de ajuda no preenchimento do requerimento de habilitação podem me perguntar.

Editado por Karina_Azevedo
  • Like 16
  • Thanks 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Para enfatizar melhor meu ponto de vista:

 

1 - Contratem um despachante para suas importações. Isso é muito importante porque você corre risco de perder suas mercadorias, o Radar e levar uma pesada multa

 

2 - Não há risco nenhum envolvido na habilitação no Radar Simplificado. Não se paga absolutamente nada e se você errar não há qualquer punição. Se você tem tempo, toda a documentação está ok, não há porque pagar R$ 1.000,00 pelo Radar. Já vi relato noutro fórum do caso de um empresário que pagou R$ 2.000,00 pelo serviço e mesmo assim sabe o que houve? Foi indeferido. Como o posto fiscal que ele foi estava abarrotado, demorou 50 dias para sair o indeferimento e depois mais 60 dias para a re-análise e deferimento. E olhem que se tratava do Radar Simplificado.

 

3 - Vai pedir o Radar Ordinário? Ai já é outra conversa. Esse sim dá uma trabalheira monstruosa.

Editado por Karina_Azevedo
  • Like 6

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado pela resposta de todos. Hoje mesmo tive um orçamento semelhante. R$ 1500,00 para tirar o Radar simplificado.

 

Acho que cobrar algo para tirar ele é justo. Mas R$ 1500,00 para empresas pequenas é um custo pesado.

 

Ter alguém para acompanhar as importações e pagar uma mensalidade para tal é super importante, nem questiono.

 

Se for para juntar documentos e apresentar, tento eu mesmo.

 

Obrigado Karina pelo tempo em compartilhar as informações.

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Karina, muito obrigado pela sua resposta.

Não estou querendo tirar o mérito do trabalho de despachantes que trabalham honestamente e que tem que estudar as leis aduaneiras, gastar seu tempo, etc.. Só o que questiono é o valor abusivo que é cobrado. Uma empresa de médio e grande porte pode pagar até mais de R$ 1.500,00 sem reclamar. Mas para uma empresa que está começando agora e que já gastou muito com a formalizaçao de sua empresa, R$ 1.500 faz muita diferença.

 

Obrigado Karina mais uma vez pelas suas informaçoes...

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Esqueci de citar mais um documento que precisa ser entregue. Eu pretendia editar minha mensagem mas a opção na está habilitada mais.

 

Bom, juntem também o cartão CNPJ com a documentação mencionada acima.

Editado por Karina_Azevedo
  • Like 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho fantástica a participação de todos no Forum.

 

Eu quero acrescentar que o perfeito conhecimento das normas é fundamental.

 

Deixo claro que não sou a favor dos procedimentos adotados pela SRF, que em muitos casos aprontam armadilhas para o contribuinte.

 

A experiência mostra que esses termos e expressões se utilizados em seu sentido literal passam uma ideia teorica diferente da pratica, por exemplo:

 

Despacho de Importação Simplificado - Simplificado??? Sempre será parametrizado para um canal de conferência, algum importador no Rio de Janeiro tem DSI parametrizada para o canal verde?

 

Maior gravidade, em meu humilde entendimento, está no fato do Siscomex não emitir um extrato preliminar antes do registro da DI ou DSI, uma vez que registrada a declaração (curso do despacho aduaneiro) não são aceitas correções sem o pagamento de multa.

 

No Radar Simplificado ocorre o mesmo, observando a legislação vigente haverá o risco do pagamento de multas ou até mesmo a suspensão do CNPJ, se o contribuinte estiver desatento.

 

Termino enfatizando que nesse espaço democrático, não tem participante certo ou errado, uns tem maior vivencia e outros menos e cada um tem a liberdade de passar o seu pensamento, acrescentando conhecimento e prevenindo sobre possiveis problemas, eu valorizo muito a participação de todos.

 

Finalizando, não podemos generalizar, que tem tempo para aprender como se instrui um processo atraves da sua DRF, pois cada DRF é uma DRF não há padronização dos procedimentos. O despachante que irá perder horas sem trabalhar aguardando o fiscal deve ter um custo. Então cada caso e um caso.

 

Deixo claro que não tive e nem tenho a menor intenção de ofender ninguem, e peço, desculpas antecipadas se algum dos participantes se sentiu ofendido, afinal o caro ou barato, vai depender da necessidade de cada um.

 

Se meu pai tivesse que fazer uma operação cardiaca com risco de 1% de sobreviver o cirurgião mais caro do mundo seria barato, até mesmo se desse tudo errado, tudo é uma questão de ponto de vista.

 

Um abraço fraterno a todos!

 

Moacir Ferreira da Silva Filho

GREEN SERVIÇOS INTERNACIONAIS LTDA

Importação e Exportação - Despachante Aduaneiro

Import and Export Department - Custom Broker

Home: www.greenservicos.com.br

Blog: http://greenconsultores.blogspot.com

Twitter: @moacirferreira

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Karina, muito obrigado pela sua resposta.

Não estou querendo tirar o mérito do trabalho de despachantes que trabalham honestamente e que tem que estudar as leis aduaneiras, gastar seu tempo, etc.. Só o que questiono é o valor abusivo que é cobrado. Uma empresa de médio e grande porte pode pagar até mais de R$ 1.500,00 sem reclamar. Mas para uma empresa que está começando agora e que já gastou muito com a formalizaçao de sua empresa, R$ 1.500 faz muita diferença.

 

Obrigado Karina mais uma vez pelas suas informaçoes...

Não é preciso estudo aduaneiro algum para requerer a Habilitação Simplificada. Se estão cobrando estes valores absurdos é porque muita gente desinformada está pagando.

 

Se o Radar "trava" é por causa de algum erro na documentação (muito básica) ou por algum problema com a empresa em si ou nos sócios. Se houver qualquer tipo de problema na empresa, quem vai resolver seu problema é um contador e não um despachante aduaneiro.

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sempre lembrando que....." No Radar Simplificado ocorre o mesmo, observando a legislação vigente haverá o risco do pagamento de multas ou até mesmo a suspensão do CNPJ, se o contribuinte estiver desatento. "

 

..."parafraseando" o amigo Moacir.

 

Observe bem as instruções normativas e bola pra frente...!

 

Abraços,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá galera, sou novo no ramo de importação, moro do lado da Receita Federal aqui na AV: João Dias São Paulo, gostaria de saber se vou pagar alguma taxa

na entrega da documentação na RF. ou ate mesmo pra habilitar o radar pessoa física?? Obrigado

 

MSN : georlandio@hotmail.com

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não discuto a importância de um bom despachante para fazer as importações, mas cobrar até R$ 1.000,00 para habilitação no Radar é completamente absurdo.

 

Se a empresa não tem nenhum problema com a documentação e o fiscal da Receita não for muito chato, qualquer pessoa com primeiro grau completo consegue juntar os documentos.

 

O mais importante de tudo: VOCÊ NÃO PAGA NADA PARA TIRAR O RADAR! SE ENTREGAR A DOCUMENTAÇÃO ERRADA PODE MUITO BEM RETIFICAR QUANTAS VEZES FOR NECESSÁRIO. Claro que vai perder tempo, mas é melhor do que pagar R$ 1.000,00.

 

São pouquíssimos os documentos solicitados:

 

 

Art. 4º O requerimento de habilitação, na modalidade simplificada, será instruído com os seguintes documentos, conforme disposto no art. 10 da IN SRF nº 650, de 2006.

http://www.receita.fazenda.gov.br/publico/Legislacao/Ins/2012/IN1245/Anexo1IN12452012.doc

Assinado e com firma reconhecida

 

 

I - cópia do documento de identificação do responsável pela pessoa jurídica, ou do signatário do requerimento, se forem pessoas diferentes; e

Copia autenticada de RG e CPF

 

II - instrumento de outorga de poderes para representação da pessoa jurídica, quando for o caso.

Se não precisa levar se você mesmo for dar entrada

 

(...)

 

I - cópia dos atos constitutivos da pessoa jurídica, ou de sua última consolidação, e alterações realizadas nos últimos dois anos;

Se for ME, levar cópia autenticada do Requerimento de Empresário

 

II - certidão simplificada da Junta Comercial expedida há, no máximo, noventa dias;

Aqui em Pernambuco esta certidão pode ser solicitada até pela internet no site da Junta Comercial. No mesmo dia que eu paguei (R$ 28,00) recebi a certidão.

 

III - relativos aos imóveis onde funcionam o estabelecimento matriz e o principal depósito da requerente:

 

a) cópia da guia de apuração e lançamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) ou Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (DITR), com os dados cadastrais do imóvel; e

Cópia autenticada do carnês de IPTU onde a empresa está instalada. O IPTU deve estar no nome de sua empresa ou se o imóvel for alugado o IPTU deverá estar no nome de quem celebrou o contrato de aluguel com sua empresa. Se for imóvel alugado, levar cópia do contrato de aluguel com todas as vias autenticadas.

 

B) cópia da nota fiscal de energia elétrica ou de telefone do mês anterior ao da protocolização do requerimento.

Conta simples de luz ou telefone que esteja em nome da sua empresa

 

Aqui em Recife solicitaram outro documento, a inscrição estadual e a situação no Sintegra, mas a fiscal foi muito solícita. Ela entrou no site http://www.sintegra.sefaz.pe.gov.br/ imprimiu a via e anexou ao meu processo.

 

Preenchi o requerimento e preparei toda esta documentação em menos de 2 hora (contando o tempo esperando no cartório pelas autenticações e reconhecimentos de firma). No mesmo dia entreguei na Receita Federal.

 

O comunicado do deferimento chegou apenas 7 dias úteis após eu entregar a documentação.

 

Tem algo de complicado nisso ai? Se precisar de ajuda no preenchimento do requerimento de habilitação podem me perguntar.

 

Não discuto a importância de um bom despachante para fazer as importações, mas cobrar até R$ 1.000,00 para habilitação no Radar é completamente absurdo.

 

Se a empresa não tem nenhum problema com a documentação e o fiscal da Receita não for muito chato, qualquer pessoa com primeiro grau completo consegue juntar os documentos.

 

O mais importante de tudo: VOCÊ NÃO PAGA NADA PARA TIRAR O RADAR! SE ENTREGAR A DOCUMENTAÇÃO ERRADA PODE MUITO BEM RETIFICAR QUANTAS VEZES FOR NECESSÁRIO. Claro que vai perder tempo, mas é melhor do que pagar R$ 1.000,00.

 

São pouquíssimos os documentos solicitados:

 

 

Art. 4º O requerimento de habilitação, na modalidade simplificada, será instruído com os seguintes documentos, conforme disposto no art. 10 da IN SRF nº 650, de 2006.

http://www.receita.fazenda.gov.br/publico/Legislacao/Ins/2012/IN1245/Anexo1IN12452012.doc

Assinado e com firma reconhecida

 

 

I - cópia do documento de identificação do responsável pela pessoa jurídica, ou do signatário do requerimento, se forem pessoas diferentes; e

Copia autenticada de RG e CPF

 

II - instrumento de outorga de poderes para representação da pessoa jurídica, quando for o caso.

Se não precisa levar se você mesmo for dar entrada

 

(...)

 

I - cópia dos atos constitutivos da pessoa jurídica, ou de sua última consolidação, e alterações realizadas nos últimos dois anos;

Se for ME, levar cópia autenticada do Requerimento de Empresário

 

II - certidão simplificada da Junta Comercial expedida há, no máximo, noventa dias;

Aqui em Pernambuco esta certidão pode ser solicitada até pela internet no site da Junta Comercial. No mesmo dia que eu paguei (R$ 28,00) recebi a certidão.

 

III - relativos aos imóveis onde funcionam o estabelecimento matriz e o principal depósito da requerente:

 

a) cópia da guia de apuração e lançamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) ou Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (DITR), com os dados cadastrais do imóvel; e

Cópia autenticada do carnês de IPTU onde a empresa está instalada. O IPTU deve estar no nome de sua empresa ou se o imóvel for alugado o IPTU deverá estar no nome de quem celebrou o contrato de aluguel com sua empresa. Se for imóvel alugado, levar cópia do contrato de aluguel com todas as vias autenticadas.

 

B) cópia da nota fiscal de energia elétrica ou de telefone do mês anterior ao da protocolização do requerimento.

Conta simples de luz ou telefone que esteja em nome da sua empresa

 

Aqui em Recife solicitaram outro documento, a inscrição estadual e a situação no Sintegra, mas a fiscal foi muito solícita. Ela entrou no site http://www.sintegra.sefaz.pe.gov.br/ imprimiu a via e anexou ao meu processo.

 

Preenchi o requerimento e preparei toda esta documentação em menos de 2 hora (contando o tempo esperando no cartório pelas autenticações e reconhecimentos de firma). No mesmo dia entreguei na Receita Federal.

 

O comunicado do deferimento chegou apenas 7 dias úteis após eu entregar a documentação.

 

Tem algo de complicado nisso ai? Se precisar de ajuda no preenchimento do requerimento de habilitação podem me perguntar.

 

Suas dicas são muito, boãs legal, eu sou novo no ramo e moro ao lado da RF, gostaria de saber se vou ter que pagar alguma taxa pra habilitar o radar pessoa física, diretamente na RF. OBRIGADO!!!!!

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Boã Noite Karina, entendo, mas eu tenho uma micro importada acabei de abrir, posso importador produtos no meu nome e depois revender em nome da Empresa.

Ou pra revender os produtos importados realmente tenho que ter um radar Empresarial.?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mim ajudou muito Karina, obrigado vou verificar a documentação. :) :)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá a todos. Esse tópico é o mais importante deste fórum.

Parabéns a Karina pela tradução do "Despachantês".

Agora eu tenho coragem de encaminhar o meu próprio Radar. Eu só pagaria por isto se fosse rico e ocupadíssimo, em ganhar muito mais dinheiro, do que dar uma marchada lá na RF.

Como os fóruns são pra fazer perguntas, vai a minha pergunta:

 

Vou abrir uma empresa (com a minha mulher de sócia) ME, para acabar com essa minha muamba (Indústria, Comércio e Serviços.) Há algum cuidado especial para o Radar (capital, contrato social, outro)?

 

Tenho visto alguns questionamentos sobre isto e fiquei com essa "pulga atrás da orelha".

 

Muito obrigado por qualquer resposta.

 

Francisco - Belo Horizonte.

small-logo.png

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

FranciscoBH, cada contador ou despachante com quem eu conversava falava uma coisa diferente. Mandaram colocar no contrato social que minha empresa era importadora, que deveria ter determinado capital mínimo, que o Radar seria indeferido porque minha loja fica num empresarial e não numa "galeria" ou Shopping, que eu deveria contratar um armazém... Tudo isso foi dito por despachantes daqui do Recife... Olhe, mas atrapalharam que ajudaram. Às vezes a impressão que passavam é que estava tentando complicar o máximo possível só para justificar a fortuna que estavam pedindo. Enchi o saco e fui eu mesma, levando apenas a documentação exigidas nas INs da Receita Federal.

 

- No meu Contrato Social não consta nada que a empresa é importadora.

- Coloquei um capital irrisório no Contrato Social: R$ 10.0000,00

- Quando solicitei o Radar nem conta bancária minha empresa tinha ainda

 

Quando a empresa é nova tudo é muito mais fácil.

 

 

Ao meu ver os maiores cuidados a serem tomados estão ligados ao local onde a empresa funcionará.

 

Aqui no Recife tive uma dificuldade absurda para conseguir alugar um imóvel que estivesse tudo ok. Foram 7 meses de procura. Eu estava procurando salas com aluguel de no máximo R$ 800,00 (isso no Recife é quase esmola), pois ainda estava na fase de "ver se vai dar certo". Não queria gastar muito sem a necessidade, pois trabalhei por 10 anos em casa.

 

Mas muitos salas que eu via dentro desta faixa de preço estavam com documentação irregular.

 

Um cuidado muito importante a ser tomado em relação ao imóvel: a sala/loja se for num prédio, precisa estar com o IPTU desmembrado, ou seja, cada sala/loja precisa ter o seu carnês de IPTU. Encontrei milhares de salas, mas quando eu pedia o IPTU era um para o prédio todo... Era gente que tinha feito um "puxadinho" numa casa, transformando-a em galeria, sem avisar a Prefeitura. Por R$ 800,00 é o tipo de imóvel que se encontra no Recife :).

 

Em 4 salas que eu quase aluguei, e perdia semanas negociando, o IPTU estava desmembrado, mas estava no nome de antigos proprietários que o novo dono da sala nunca fez questão de mudar na Prefeitura. Outros casos eram ainda piores. A pessoa que constava no IPTU já tinha falecidos há muitos anos e a família não fez inventário e continuavam alugando informalmente as salas.

 

A questão do IPTU é importante porque o contrato de aluguel precisa ser celebrado com quem aparece no carnê de IPTU.

 

Outro problema que tive foi convencer proprietários a alugar o imóvel no nome da minha PJ recém parida. Só queriam alugar a sala no nome da minha PF... As imobiliárias daqui são tão chatas que me ofereci para pagar um ano completo de aluguel antecipado e fazer contrato de um ano para não ser necessário fiador (aqui estão pedindo 2 diferentes fiadores e que tenham imóvel na cidade) e recebi como resposta que eles não eram banco pra ficar guardando o dinheiro do cliente. Em imobiliária era impossível pra mim. Tive que procurar particulares.

 

Bom, no final tudo deu certo. Encontrei uma sala maravilhosa a 50 metros de minha casa. O aluguel é um pouco mais caro do que aqueles R$ 800,00, mas trabalhar a 2 minutos de caminhada de sua casa compensa. O prédio tem 30 salas que pertencem a uma mesma empresa e simplesmente não pediram nem Imposto de Renda... Simplesmente apresentei a documentação básica da minha empresa e aprovaram. Valeu a pena ter esperado;

  • Like 4

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nossa! Muito Obrigado.

Eu estou na fase crucial da abertura da nova empresa. Eu vou procurar o dono do imóvel. Tomara que o IPTU esteja desmembrado... O contrato do aluguel está no nome dos sócios da empresa (eu e minha mulher). Será que funciona?

Agora, não existe o código CNAE para a atividade de importação, mesmo. Ouvi dizer que "Comércio Atacadista" funciona como tal. Mas se vc não vê isto como requisito, vou deixar somente o Comércio Varejista e Atacadista.

Outra: veja a orientação que me deu um despachante: Eu teria que ter um Capital Social de pelo menos 50.000,00, e integralizado; ou seja teria que ter o dinheiro na conta da empresa e levar um extrato pra RF. Não tem cabimento né.

Muito obrigado novamente.

small-logo.png

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

FranciscoBH,

 

O contrato de aluguel deve estar no nome da empresa e não dos sócios. Deve ser no nome do CNPJ e não do CPF. O mesmo ocorre com as contas de água, luz ou telefone que forem ser utilizadas para tirar o Radar.

 

No caso do meu contrato de aluguel consta mais ou menos assim: celebra-se contrato de aluguel com o CNPJ tal, representado pelo sócio tal...

 

Meu CNAE principal é 4763602 - Comércio Varejista de Acessórios e Artigos Esportivos. Coloquei um monte de outros CNAE porque no futuro pretendo trabalhar também com produtos de informática, cosméticos, roupas e mesmo assim não houve qualquer problema. Agora lembrei que um dos despachante disse que porque eu tinha colocado cosméticos deveria pedir autorização prévia à Anvisa! Ou então deveria mudar meu Contrato Social e apagar o cosméticos... Jesus...

 

Como eu te falei, no meu Contrato Social constam apenas R$ 10.000,00. Nem conta bancária eu tinha quando pedi o Radar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Legal, entendi!

Taí um problema. O IPTU aqui é pro prédio todo.

Que que vc acha? Não passa mesmo?

Eu vou pedir a confecção de outro contrato de aluguel, assim que a empresa esteja pronta.

Lhe agradeço muitíssimo!

Estamos as suas ordens em BH.

Um grande abraço.

Francisco

 

 

small-logo.png

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Legal, entendi!

Taí um problema. O IPTU aqui é pro prédio todo.

Que que vc acha? Não passa mesmo?

Eu vou pedir a confecção de outro contrato de aluguel, assim que a empresa esteja pronta.

Lhe agradeço muitíssimo!

Estamos as suas ordens em BH.

Um grande abraço.

Francisco

 

 

small-logo.png

 

Acredito que pode sim haver problema com conta do IPTU "unificado" para todas as salas.

 

No teu contrato social consta o endereço desse prédio e um determinado número de loja/sala?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×