Ir para conteúdo
Siscomex - Comércio Exterior
- Diego -

Habilitaçao Radar sem o auxilio de um despachante

Recommended Posts

Boa tarde. Estou precisando me habilitar no RADAR para iniciar minha atividade de importação de mercadorias para o comercio.

Como não disponho de tempo e conhecimento da burocracia para fazer por mim mesmo, estou procurando profissionais que o façam para mim.

Alguém poderia entrar em contato comigo e me fornecer este serviço?

 

agradeço a atenção.

boa semana a todos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Para enfatizar melhor meu ponto de vista:

 

1 - Contratem um despachante para suas importações. Isso é muito importante porque você corre risco de perder suas mercadorias, o Radar e levar uma pesada multa

 

2 - Não há risco nenhum envolvido na habilitação no Radar Simplificado. Não se paga absolutamente nada e se você errar não há qualquer punição. Se você tem tempo, toda a documentação está ok, não há porque pagar R$ 1.000,00 pelo Radar. Já vi relato noutro fórum do caso de um empresário que pagou R$ 2.000,00 pelo serviço e mesmo assim sabe o que houve? Foi indeferido. Como o posto fiscal que ele foi estava abarrotado, demorou 50 dias para sair o indeferimento e depois mais 60 dias para a re-análise e deferimento. E olhem que se tratava do Radar Simplificado.

 

3 - Vai pedir o Radar Ordinário? Ai já é outra conversa. Esse sim dá uma trabalheira monstruosa.

 

Muito obrigado pelas dicas, Karina. consegui tirar meu radar sozinho, peguei firme num fim de tarde e com umas 2 horas fiz todo o processo, juntei tudo e levei depois à delegacia da Receita. Deve-se acompanhar tudo pelo site da receita, pois teve um errinho e o fiscal pede a correção pelo site,(tem de ter o acesso digital) ai se vc não o fizer em 15 dias o processo é indeferido e tem de começar tudo de novo. mas fiz no prazo e deu tudo verto, cerca de 1 mes depois foi deferido.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Radar seria uma "licença" para poder começar a importar. Você ainda vai precisar de alguém para fazer o desembaraço das mercadorias. Se você não tem conhecimento para este procedimento, que não é simples, terá sim que contratar um despachante.

 

Olá Karina,sou novo no fórum

Poderia me dizer se com o Radar o desembaraço pode ser através do importa fácil dos correios e não por um despachante?

Grato

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

FINALMENTE! Depois de 32 dias corridos recebi o deferimento do pedido do RADAR! Agradeço a todos pela ajuda! Caiu em exigencia 1 vez mas consegui resolver facilmente os documentos pedidos. Se alguem tiver alguma duvida sobre a documentacao ou procedimento pode falar comigo que informo todo o passo a passo que fiz.

Aos mais experientes, é necessário responder o termo de deferimento pelo DTE, assinando digitalmente ou algo parecido, para dar ciencia? Obrigado e abraços!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

FINALMENTE! Depois de 32 dias corridos recebi o deferimento do pedido do RADAR! Agradeço a todos pela ajuda! Caiu em exigencia 1 vez mas consegui resolver facilmente os documentos pedidos. Se alguem tiver alguma duvida sobre a documentacao ou procedimento pode falar comigo que informo todo o passo a passo que fiz.

Aos mais experientes, é necessário responder o termo de deferimento pelo DTE, assinando digitalmente ou algo parecido, para dar ciencia? Obrigado e abraços!

 

 

Parabéns, também estou aguardando a resposta pelo ecac da receita pedido foi feito dia 14/07 você é MEi?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

 

Parabéns, também estou aguardando a resposta pelo ecac da receita pedido foi feito dia 14/07 você é MEi?

:)) Obrigado. Sou ltda

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola a todos,

 

Estou iniciando o meu processo de Radar para MEI.

 

Ja tenho o MEI e a adesao ao DTE, agora estou juntando a documentacao para dar entrada na RF.

 

Tenho uma duvida sobre o seguinte item:

 

 

2. Documento de identificação dos signatários das petições e do READ;

 

Alguem poderia me ajudar com a descricao READ?

 

Obrigado

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa Tarde,

 

Estou iniciando o processo de habilitação no RADAR e gostaria da ajuda, se possível, dos colegas de fórum com maior experiencia no assunto.

 

No formulário de habilitação existem os campos "perfis" e " sistemas", os sistemas responsave, importador e exportador são os necessários? Além disso, no campo do responsável legal são solicitadas informações do despachante e do pis/pasep, se eu não sou o despachante eu deixo esse campo em branco?

 

Obrigado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Bom dia Karina e demais!


Com a ajuda de vocês, dei entrada para habilitação da minha PJ no SISCOMEX e tenho acompanhado a evolução do processo através do eCAC.


Atualmente, meu processo está na etapa de arquivamento (conforme imagem: http://postimg.org/image/3ry4x34fd/),porém não entendo o que isto quer dizer.


Isto quer dizer que meu processo foi deferido ou indeferido? Já estou habilitado para utilizar o SISCOMEX? Ainda não recebi nenhuma informação de como farei para acessar.


Mais uma vez, obrigado pela ajuda!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se for de interesse do moderador, poderiam por favor fixar este tópico? Todo santo dia recebo pergunta por MP de como tirar o Radar e a resposta está neste tópico.

Bom dia Karina!
Com a ajuda de vocês, dei entrada para habilitação da minha PJ no SISCOMEX e tenho acompanhado a evolução do processo através do eCAC.
Atualmente, meu processo está na etapa de arquivamento (conforme imagem: http://postimg.org/image/3ry4x34fd )porém não entendo o que isto quer dizer.
Isto quer dizer que meu processo foi deferido ou indeferido? Já estou habilitado para utilizar o SISCOMEX? Ainda não recebi nenhuma informação de como farei para acessar.
Mais uma vez, obrigado pela ajuda!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Realmente este tópico gerou um debate intenso, o que é bom para todos.

 

Porém, em alguns casos ficou nítido a desinformação. Principalmente aqueles em que o despachante é dispensável, e também que ele cobra demais. E isto merece uma reflexão.

 

Sou despachante aduaneiro e discordo da obrigatoriedade do despachante aduaneiro. A legislação fala que ele não é obrigatório, e muitos contribuintes optam por desembarcar suas cargas sem o auxílio deste profissional.

 

Porém, como em qualquer ramo de atividade, você contrata um profissional esperando que ele irá lhe entregar um VALOR. E valor aqui deve ser entendido como conhecimento técnico, informações precisas, destreza e rapidez. Se o profissional contratado não entregar TODOS estes elementos juntos, ele seria dispensável.

 

É fato que qualquer um pode ler uma IN e ir lá e proceder com o seu processo (aqui, em específico, ter o seu radar). Porém, a experiência nos diz que nem sempre o RADAR sai com algumas poucas horas de trabalho. Vamos ao exemplo.

  1. O que a Receita Federal entende como Capacidade Operacional? NA IN não há uma explicação plausível sobre o que é isto.
  2. Quais são os critérios que a Receita Federal utiliza para compreender o capital social integralizado? Também na IN não há uma linha (claramente definida) sobre como isto acontecerá.
  3. A IN não te fala como serão analisados a Capacidade Econômica dos sócios para identificar se o recurso empregado na empresa será aceito.

 

Só alguém que além de conhecer a IN tenha também conhecimentos contábeis, poderá facilitar a vida de quem os contrata, e evitar transtornos ou indeferimento automático após o pedido.

 

É neste ponto que o contratante deverá se focar. Não se R$ 1.000,00, R$ 1.500,00 ou R$ 5.000,00 são muito ou pouco. Pode ser muito, ou pode ser irrisoriamente barato, dependendo do que isto representar para o contratante.

 

Recentemente participei de uma consultoria, em que uma empresa de serviços iria transformar seu negócio em importação, para oferecer painéis de LED, em comodato, aos seus clientes anunciantes. Depois de conhecer o negócio da empresa, sugeri que fosse aberto uma nova empresa porque o business principal poderia ser comprometido. E tudo porque eles tinham um parecer da Receita Federal em que não era contribuintes do IPI, e agora sendo importadores, eles teriam, por obrigação, de gerenciar o Livro de IPI, e aquele entendimento fiscal lá de trás poderia ser comprometido.

 

A priori os sócios refutaram a minha proposta por achar que um aluguel e a montagem de uma sala seria um custo desnecessário. Porém, depois da minha defesa, o assunto tomou outra dimensão e eles concordaram com a tese. A operação não foi adiante por questões comerciais, mas o assunto RADAR já havia sido superado, e eles receberam VALOR pelos serviço contratado, sem achar abusivo o valor cobrado por mim.

 

Perceberam a diferença? Há situações em que o próprio interessado pode ir lá e fazer tudo sozinho (dependendo do tempo que ele dispõe, e há outros em que ele deverá contratar alguém.

 

Simples assim, como em qualquer situação.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Qual o capital que vocês acham razoável integralizar em uma empresa que está sendo criada, com o intuito de iniciar com o radar simplificado e conseguir ser habilitada no ordinário após alguns meses de operação ?

 

As operações enquanto radar simplificado iriam girar em torno de 20mil dolares mensais, passando para 50mil mensais após a habilitação no ordinário.

 

A "Capacidade Financeira" tem a ver com o Capital Integralizado ? Como se demonstra/comprova essa capacidade financeira ?

Editado por A.Monteiro´s

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sei que a legislação mudou um pouco, alguém sabe me informar quais os documentos necessários para fazer o pedido do RADAR?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não discuto a importância de um bom despachante para fazer as importações, mas cobrar até R$ 1.000,00 para habilitação no Radar é completamente absurdo.

 

Se a empresa não tem nenhum problema com a documentação e o fiscal da Receita não for muito chato, qualquer pessoa com primeiro grau completo consegue juntar os documentos.

 

O mais importante de tudo: VOCÊ NÃO PAGA NADA PARA TIRAR O RADAR! SE ENTREGAR A DOCUMENTAÇÃO ERRADA PODE MUITO BEM RETIFICAR QUANTAS VEZES FOR NECESSÁRIO. Claro que vai perder tempo, mas é melhor do que pagar R$ 1.000,00.

 

São pouquíssimos os documentos solicitados:

 

 

Art. 4º O requerimento de habilitação, na modalidade simplificada, será instruído com os seguintes documentos, conforme disposto no art. 10 da IN SRF nº 650, de 2006.

http://www.receita.fazenda.gov.br/publico/Legislacao/Ins/2012/IN1245/Anexo1IN12452012.doc

Assinado e com firma reconhecida

 

 

I - cópia do documento de identificação do responsável pela pessoa jurídica, ou do signatário do requerimento, se forem pessoas diferentes; e

Copia autenticada de RG e CPF

 

II - instrumento de outorga de poderes para representação da pessoa jurídica, quando for o caso.

Se não precisa levar se você mesmo for dar entrada

 

(...)

 

I - cópia dos atos constitutivos da pessoa jurídica, ou de sua última consolidação, e alterações realizadas nos últimos dois anos;

Se for ME, levar cópia autenticada do Requerimento de Empresário

 

II - certidão simplificada da Junta Comercial expedida há, no máximo, noventa dias;

Aqui em Pernambuco esta certidão pode ser solicitada até pela internet no site da Junta Comercial. No mesmo dia que eu paguei (R$ 28,00) recebi a certidão.

 

III - relativos aos imóveis onde funcionam o estabelecimento matriz e o principal depósito da requerente:

 

a) cópia da guia de apuração e lançamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) ou Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (DITR), com os dados cadastrais do imóvel; e

Cópia autenticada do carnês de IPTU onde a empresa está instalada. O IPTU deve estar no nome de sua empresa ou se o imóvel for alugado o IPTU deverá estar no nome de quem celebrou o contrato de aluguel com sua empresa. Se for imóvel alugado, levar cópia do contrato de aluguel com todas as vias autenticadas.

 

B) cópia da nota fiscal de energia elétrica ou de telefone do mês anterior ao da protocolização do requerimento.

Conta simples de luz ou telefone que esteja em nome da sua empresa

 

Aqui em Recife solicitaram outro documento, a inscrição estadual e a situação no Sintegra, mas a fiscal foi muito solícita. Ela entrou no site http://www.sintegra.sefaz.pe.gov.br/ imprimiu a via e anexou ao meu processo.

 

Preenchi o requerimento e preparei toda esta documentação em menos de 2 hora (contando o tempo esperando no cartório pelas autenticações e reconhecimentos de firma). No mesmo dia entreguei na Receita Federal.

 

O comunicado do deferimento chegou apenas 7 dias úteis após eu entregar a documentação.

 

Tem algo de complicado nisso ai? Se precisar de ajuda no preenchimento do requerimento de habilitação podem me perguntar.

Sei que a legislação mudou um pouco, você sabe me informar quais os documentos necessários para fazer o pedido do RADAR agora?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Para enfatizar melhor meu ponto de vista:

 

1 - Contratem um despachante para suas importações. Isso é muito importante porque você corre risco de perder suas mercadorias, o Radar e levar uma pesada multa

 

2 - Não há risco nenhum envolvido na habilitação no Radar Simplificado. Não se paga absolutamente nada e se você errar não há qualquer punição. Se você tem tempo, toda a documentação está ok, não há porque pagar R$ 1.000,00 pelo Radar. Já vi relato noutro fórum do caso de um empresário que pagou R$ 2.000,00 pelo serviço e mesmo assim sabe o que houve? Foi indeferido. Como o posto fiscal que ele foi estava abarrotado, demorou 50 dias para sair o indeferimento e depois mais 60 dias para a re-análise e deferimento. E olhem que se tratava do Radar Simplificado.

 

3 - Vai pedir o Radar Ordinário? Ai já é outra conversa. Esse sim dá uma trabalheira monstruosa.

Obrigado, Karina, pela resposta, que nos traz ESPERANÇAS, de podermos importar, gastando pouco mais, que os ENORMES IMPOSTOS, que o governo brasileiro, nos cobra.Necessito importar, cerca de 1 100 kg, de aço inox 316L e 304, em longas chapas, de seis metros de comprimento e tubos quadrados, no mesmo material e do mesmo tamanho, de um fabricante chinês, listado no site Alibaba.com.Já tenho o ORÇAMENTO do fabricante, os produtos que necessito, custam 2 986 dólares, preços CIF, no porto de Salvador, ou porto de Santos.Sou pessoa física, não tenho NENHUMA EMPRESA, vou importar esse material, para meu próprio uso.Assim, necessito dos serviços de um despachante aduaneiro, para me ajudar, em todas as etapas, dessa importação, desde minha inscrição simplificada, no Siscomex, até ajuda, no recolhimento de impostos, desembaraçar essa carga no porto, contatar uma transportadora, para levá-la, para minha casa, em Juazeiro/Ba.Necessito, fazer um levantamento, de TODOS os custos envolvidos, para ver se há vantagem, em fazer a importação ou talvez comprar esse material, junto a um fabricante brasileiro, mesmo.Qualquer despachante, que leia esse texto, pode me enviar um orçamento, ( tiburtinolacerda@yahoo.com.br ).Mais uma vez, obrigado, pelos seus esclarecimentos, muito úteis.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Esse conteúdo já foi postado em outro tópico do fórum, mas pela importância vale a pena reproduzi-lo.

 

-----------------------------

Pessoal, sejam informados que há uma nova legislação que trata o assunto do Radar. Um dos principais pontos é que a Receita Federal abriu uma nova modalidade de importação de até US$ 50 mil no período de 6 meses.

INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1603, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2015

Art. 2º A habilitação de que trata o art. 1º poderá ser requerida pelo interessado para uma das seguintes modalidades:

I - pessoa jurídica, nas seguintes submodalidades:

a) expressa, no caso de:

5. pessoa jurídica que pretenda realizar operações de exportação, sem limite de valores, e de importação, cujo somatório dos valores, em cada período consecutivo de 6 (seis) meses, seja inferior ou igual a US$ 50.000,00 (cinquenta mil dólares dos Estados Unidos da América);

Provavelmente nessa faixa estarão as empresas MEI já que:

§ 2º O empresário individual a que se refere o art. 966 da Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002 (Código Civil), e o microempreendedor individual (MEI) a que se refere o art. 18-A da Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006, serão habilitados como pessoa jurídica.

Atenciosamente,

Mário Lopes

IBSolutions - Gestão e Consultoria de Importação e Exportação

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá pessoal.

 

Então, eu estava com algumas dúvidas e depois de ir ao contador e na receita fiquei ainda com mais dúvidas rs.

 

Eu sou do Espiríto Santo e aqui MEI não pode ter inscrição estadual. E como sabemos um dos requisito para o RADAR é o DTE. O contador me informou que é possível ter DTE para MEI mas a receita estadual me informou que não é possível. O contador me explicou que trata-se do DTE Federal que é exigido para o RADAR. Eu não encontrei nada falando sobre isso no site da receita. Alguém pode me dar uma luz?

 

Outra dúvida, onde é feito o recolhimento dos impostos de importação? Em que momento eu pago os tributos federais e estaduais?

 

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola Lorenzo...

 

A adesão ao DTE - Domicílio Tributário Eletrônico é feito dentro do ambiente e-CAC no site da própria Receita Federal, e não tem a ver com a Inscrição Estadual.

 

Infelizmente nosso governo é um dragão de 7 cabeças, cada órgão fala uma coisa e ninguém sabe realmente o que esta fazendo.

 

Abcs,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Para enfatizar melhor meu ponto de vista:

 

1 - Contratem um despachante para suas importações. Isso é muito importante porque você corre risco de perder suas mercadorias, o Radar e levar uma pesada multa

 

2 - Não há risco nenhum envolvido na habilitação no Radar Simplificado. Não se paga absolutamente nada e se você errar não há qualquer punição. Se você tem tempo, toda a documentação está ok, não há porque pagar R$ 1.000,00 pelo Radar. Já vi relato noutro fórum do caso de um empresário que pagou R$ 2.000,00 pelo serviço e mesmo assim sabe o que houve? Foi indeferido. Como o posto fiscal que ele foi estava abarrotado, demorou 50 dias para sair o indeferimento e depois mais 60 dias para a re-análise e deferimento. E olhem que se tratava do Radar Simplificado.

 

3 - Vai pedir o Radar Ordinário? Ai já é outra conversa. Esse sim dá uma trabalheira monstruosa.

vi que vce dá ótimos conselhos, sou mei e importava normal , fui tentar usar o importa fácil e me meti na maior confusão , mesmo mostrando tudo cartão, o site eles simplesmente colocaram um valor absurdo , um frete altíssimo , ou seja mandei voltar , quero ver o radar e como quase quebrei queria fazer direitinho sou do Rj , conhece algum despachante aqui? para me ajudar em outros procedimentos ? e como fazer depois que tirar o radar? preciso de despachante também ? como funciona? meus produtos são baratinhos e estou praticamente falida , quero recomeçar mas o desanimo está imenso , para ver lucro vi que uma vez nas suas conversas disse que faz importação de 2 em meses ou até 3 , então deveria pedir assim também? tem como me ajudar?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

vi que vce dá ótimos conselhos, sou mei e importava normal , fui tentar usar o importa fácil e me meti na maior confusão , mesmo mostrando tudo cartão, o site eles simplesmente colocaram um valor absurdo , um frete altíssimo , ou seja mandei voltar , quero ver o radar e como quase quebrei queria fazer direitinho sou do Rj , conhece algum despachante aqui? para me ajudar em outros procedimentos ? e como fazer depois que tirar o radar? preciso de despachante também ? como funciona? meus produtos são baratinhos e estou praticamente falida , quero recomeçar mas o desanimo está imenso , para ver lucro vi que uma vez nas suas conversas disse que faz importação de 2 em meses ou até 3 , então deveria pedir assim também? tem como me ajudar?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não discuto a importância de um bom despachante para fazer as importações, mas cobrar até R$ 1.000,00 para habilitação no Radar é completamente absurdo.

 

Se a empresa não tem nenhum problema com a documentação e o fiscal da Receita não for muito chato, qualquer pessoa com primeiro grau completo consegue juntar os documentos.

 

O mais importante de tudo: VOCÊ NÃO PAGA NADA PARA TIRAR O RADAR! SE ENTREGAR A DOCUMENTAÇÃO ERRADA PODE MUITO BEM RETIFICAR QUANTAS VEZES FOR NECESSÁRIO. Claro que vai perder tempo, mas é melhor do que pagar R$ 1.000,00.

 

São pouquíssimos os documentos solicitados:

 

 

Art. 4º O requerimento de habilitação, na modalidade simplificada, será instruído com os seguintes documentos, conforme disposto no art. 10 da IN SRF nº 650, de 2006.

http://www.receita.fazenda.gov.br/publico/Legislacao/Ins/2012/IN1245/Anexo1IN12452012.doc

Assinado e com firma reconhecida

 

 

I - cópia do documento de identificação do responsável pela pessoa jurídica, ou do signatário do requerimento, se forem pessoas diferentes; e

Copia autenticada de RG e CPF

 

II - instrumento de outorga de poderes para representação da pessoa jurídica, quando for o caso.

Se não precisa levar se você mesmo for dar entrada

 

(...)

 

I - cópia dos atos constitutivos da pessoa jurídica, ou de sua última consolidação, e alterações realizadas nos últimos dois anos;

Se for ME, levar cópia autenticada do Requerimento de Empresário

 

II - certidão simplificada da Junta Comercial expedida há, no máximo, noventa dias;

Aqui em Pernambuco esta certidão pode ser solicitada até pela internet no site da Junta Comercial. No mesmo dia que eu paguei (R$ 28,00) recebi a certidão.

 

III - relativos aos imóveis onde funcionam o estabelecimento matriz e o principal depósito da requerente:

 

a) cópia da guia de apuração e lançamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) ou Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (DITR), com os dados cadastrais do imóvel; e

Cópia autenticada do carnês de IPTU onde a empresa está instalada. O IPTU deve estar no nome de sua empresa ou se o imóvel for alugado o IPTU deverá estar no nome de quem celebrou o contrato de aluguel com sua empresa. Se for imóvel alugado, levar cópia do contrato de aluguel com todas as vias autenticadas.

 

B) cópia da nota fiscal de energia elétrica ou de telefone do mês anterior ao da protocolização do requerimento.

Conta simples de luz ou telefone que esteja em nome da sua empresa

 

Aqui em Recife solicitaram outro documento, a inscrição estadual e a situação no Sintegra, mas a fiscal foi muito solícita. Ela entrou no site http://www.sintegra.sefaz.pe.gov.br/ imprimiu a via e anexou ao meu processo.

 

Preenchi o requerimento e preparei toda esta documentação em menos de 2 hora (contando o tempo esperando no cartório pelas autenticações e reconhecimentos de firma). No mesmo dia entreguei na Receita Federal.

 

O comunicado do deferimento chegou apenas 7 dias úteis após eu entregar a documentação.

 

Tem algo de complicado nisso ai? Se precisar de ajuda no preenchimento do requerimento de habilitação podem me perguntar.

vi que vce dá ótimos conselhos, sou mei e importava normal , fui tentar usar o importa fácil e me meti na maior confusão , mesmo mostrando tudo cartão, o site eles simplesmente colocaram um valor absurdo , um frete altíssimo , ou seja mandei voltar , quero ver o radar e como quase quebrei queria fazer direitinho sou do Rj , conhece algum despachante aqui? para me ajudar em outros procedimentos ? e como fazer depois que tirar o radar? preciso de despachante também ? como funciona? meus produtos são baratinhos e estou praticamente falida , quero recomeçar mas o desanimo está imenso , para ver lucro vi que uma vez nas suas conversas disse que faz importação de 2 em meses ou até 3 , então deveria pedir assim também? tem como me ajudar?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sempre lembrando que....." No Radar Simplificado ocorre o mesmo, observando a legislação vigente haverá o risco do pagamento de multas ou até mesmo a suspensão do CNPJ, se o contribuinte estiver desatento. "

 

..."parafraseando" o amigo Moacir.

 

Observe bem as instruções normativas e bola pra frente...!

 

Abraços,

Pergunto. O despachante se responsabiliza, por eventuais multas, sendo ele o prestador do serviço? Penso eu, que seria correto assumir os riscos. já que o mesmo ganhou para tal;

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola Everardo,

 

É preciso checar o que foi negociado. Por isso a escolha de um bom despachante e a elaboração de um contrato entre as partes é imprescindível.

 

Sobre a multa, será preciso checar o motivo, pois o despachante pode ser induzido à erro com base em algum documento emitido pelo fornecedor ou algo do tipo, por exemplo. Existem "N" hipóteses.

 

É muito importante a confiança entre as duas partes, tanto da empresa para com o despachante e do despachante também, em saber bem com quem esta trabalhando e para quem presta seus serviços, uma vez que o mesmo irá responder por 5 anos pelo processo de desembaraço.

 

Abcs,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×