Jump to content
Siscomex - Comércio Exterior

Fernando M.

Administradores
  • Content Count

    758
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    34

Everything posted by Fernando M.

  1. Edvaldo, onde exatamente está sua necessidade de ajuda?
  2. Matos, a primeira coisa é definir a NCM do produto. É ela que define tudo em relação à importação. Uma pergunta quanto à exigência do vendedor: como ele poderia controlar o registro da importação junto à Receita Federal, considerando que após entregue a você eles não têm controle algum sobre o produto?
  3. Sim, é possível. Basicamente eles atuarão como agentes de carga door-to-door. Para que possa utilizar para revenda, basta fazer o processo formal de desembaraço.
  4. Procure no sindicato dos despachantes aduaneiros de seu estado. Seguramente há centenas deles.
  5. Amigo, separei seu post em um novo tópico porque não tinha relação com o tópico anterior. Por favor observe as regras. Você preencheu o formulário da Receita Federal para habilitar o CPF? Não basta ter um certificado digital, tem que estar habilitado na Receita Federal.
  6. Para trazer mercadorias pelo Importa Fácil (seção onde foi aberto o tópico), basta seguir os passos disponíveis no site dos Correios. Lá há tudo o que precisa. Só deve tomar cuidado com a mercadoria que está trazendo, se necessita de Licença de Importação Não-Automática ou se há algum tratamento administrativo. Para verificar isto, basta ver pela NCM no simulador da Receita Federal: http://www4.receita.fazenda.gov.br/simulador/
  7. Gustavo, você encontra facilmente no simulador da Receita Federal todas as informações que está procurando: http://www4.receita.fazenda.gov.br/simulador/ Obs.: cuidado para não tornar o tópico ou post em propaganda, pois as regras não permitem isto.
  8. HubPort, nunca vivi essa situação, mas seria muito interessante se conseguisse. Boa sorte e não deixe de manter informado o tópico caso tenha sucesso!
  9. Querendo ou não, a mercadoria entrou em território americano. Por este motivo está sujeito às leis daquele país e dentre elas está a possibilidade de algum órgão querer fiscalizar a mercadoria. Possivelmente tenham desconfiado de alguma coisa e foi encaminhada para inspeção. Infelizmente acho que não há o que fazer neste caso, além de aguardar. A sorte é que está lidando com um órgão americano e não um brasileiro, senão este prazo seria muito maior.
  10. Amigo, a única pessoa que pode lhe ajudar é um despachante aduaneiro. Sinto informar, mas você ingressou no país mercadoria que necessita de Licença do governo para importação, sem tê-la. Agora precisará fazer uma LI pós-embarque, o que deverá acarretar em uma multa (se não me engano são R$500). O despachante após ter a LI deferida (caso seja deferida) junto ao órgão anuente fará o desembaraço da mercadoria e então o Correio poderá dar continuidade na entrega.
  11. Parabéns a todos pela discussão bastante amparada em legislação, conhecimentos e experiências, além da educação de todos! Desejo sucesso ao Daniel em seu negócio!
  12. Conheço como agente de cargas. Nunca ouvi nada com este nome que mencionaste.
  13. Alguns usuários enviam emails informando que não estão conseguindo ativar suas contas após o registro, pois o sistema retorna uma mensagem de erro. Aos que recebem este erro, peço que façam o login normalmente com sua conta, pois ela provavelmente está ativada. O que acontece é que o link de ativação é único e descartável, ou seja, assim que a conta é ativada o link não funciona mais. Se você está recebendo este erro, provavelmente sua conta foi ativada e por algum motivo (que desconheço) seu navegador (você estaria usando o IE? ) não apresentou a mensagem de sucesso na ativação. Então faça login na conta e verifique em seu perfil o grupo em que está incluso. Se for no grupo Membros, está tudo certo. Só haverá problema se o grupo for de Validação.
  14. Alegra, a minha resposta foi considerando que os clientes do Daniel compram produtos personalizados, ou seja, não há como tê-los em estoque no Brasil (que seria a opção de um importador/revendedor parceiro). Incluir um parceiro apenas para lidar com a Receita Federal e o processo de desembaraço na minha opinião apenas encarecerá ainda mais o produto, a menos que o Daniel realmente queira tornar a operação invisível para seu cliente. Mas pelo post dele, acredito que não, já que o cliente encontrou-o pensando em importação. Enfim, o Daniel tem algumas opções. O importante é ter em mente que os impostos recairão sim sobre a mercadoria (melhor não contar com a sorte de interpretação de um fiscal) e que estará sempre sujeito a ser considerado como itens destinados à comercialização (o que impede a importação por PF). Daniel, das opções levantadas no tópico, qual parece ser a mais adequada?
  15. Sim, qualquer pessoa (física ou jurídica) pode importar usando o Importa Fácil. Basta seguir as instruções dos Correios. Não há mistério. Está tudo no site deles.
  16. Tópico movido para a área correta [importa Fácil].
  17. Amigo, quanto à NCM, já está respondido neste tópico. Se sua importação estiver dentro dos limites do Importa Fácil e seguir as regras do mesmo, não terá problemas.
  18. Como o amigo disse, o melhor a fazer é entrar em contato direto com a UPS e o número de rastreio da encomenda (este fornecido pelo exportador). Eles irão indicar o que deve ser feito.
  19. Como dito pelo Liberty, no campo consignee do conhecimento de embarque e fatura comercial deverá constar o endereço de sua empresa e o CNPJ. O destino da carga é dado pelo campo de destino da carga, onde constará o aeroporto de destino.
  20. @Priscila, como o Milton mencionou, o controle e registro é de acordo com as normas da própria empresa. O que recomendo é possuir um processo para cada embarque realizado pelo exportador, contendo os seguintes documentos: Fatura pro-forma Commercial Invoice Packing List Contrato de câmbio LI Conhecimento de embarque DI Guia de recolhimento do ICMS Comprovante de pagamento do ICMS CI Pelo que recordo, acho que estes são os documentos. É interessante arquivar também emails entre fornecedor e sua empresa, quando se tratam de decisões. Espero ter ajudado.
  21. Concordo fortemente com o amigo. Traga por courier e terá a mercadoria em suas mãos em até 5 dias após ter chegado ao Brasil (prazo médio).
  22. Você entra em contato com um agente de cargas que possua o serviço de consolidação por lá. Ele traz dentro de um container as cargas de vários importadores e faz a desconsolidação aqui.
  23. Varia bastante, mas em geral fica entre 1 e 1,5 salário mínimo. Isso somente o desembaraço. Uma LI, por exemplo, geralmente é cobrada à parte. Outras cobranças podem ser aplicadas também.
  24. Amigo, acredito que USD5K em bolsas seja um volume de carga razoável para se trazer através de um agente de cargas via aérea ou até marítima, de acordo com usas necessidades. Pode comprar da loja, desde que ela possa exportar nos USA. O Radar é necessário para importar sim. É através dele que você designa o despachante aduaneiro que fará a liberação dos produtos para o seu CNPJ. Basicamente é isso.
  25. A primeira coisa a se fazer para trazer grandes marcas é entrar em contato com o fabricante e perguntar sobre sua representação no Brasil. Caso já exista um importador oficial, é através dele que a importação deverá ocorrer.
×
×
  • Create New...